NESTE DIA 8 DE MARÇO, A SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA RESSALTA A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO CARDIOVASCULAR ENTRE AS MULHERES

Segundo dados do Cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) (www.cardiometro.com.br), as doenças cardiovasculares são líderes de mortes no Brasil e vem aumentando entre as mulheres, representando 29% dos óbitos e, nos primeiros meses do ano, foram responsáveis por mais de 60 mil mortes.

Em diversos estados, as mulheres serão estimuladas a usarem roupas vermelhas no Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março. As doenças do coração matam duas vezes mais que todos os tipos de câncer, incluindo o de mama, 2,5 vezes mais que os acidentes e mortes decorrentes por violência e 6 vezes mais que as infecções, incluídas as mortes por Aids.

Pela primeira vez, o número de mulheres que morreram em consequência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) ultrapassou o número de homens que perderam a vida pela mesma doença: Foram 50.252 mortes de mulheres contra 50.251 óbitos masculinos, levantados em 2015, apesar de estatisticamente ser considerado 50%, a curva do gráfico é o que é relevante na análise.

Nos últimos anos (de 2010 a 2015), as mortes por AVC em homens têm seguido uma tendência de queda, enquanto nas mulheres, verificou-se uma elevação quase constante.

Segundo a presidente do Departamento de Cardiologia da Mulher da SBC, Marildes Luiza Castro, “A mulher tem duplas e até triplas jornadas, ao se dividir entre o trabalho, cuidado com os filhos e afazeres domésticos. Isso eleva o estresse, associado, muitas vezes, à falta de atividade física, má alimentação. Em algumas situações ainda há o tabagismo”.

Em relação aos infartos, as mulheres estão morrendo mais também: Há sessenta anos de cada 10 mortes, nove eram homens e apenas uma mulher. No último ano de dados disponíveis (2015) morreram 65.224 homens e 46.625 mulheres por infarto.

Para a presidente do Departamento de Cardiologia da Mulher, é preciso ficar atento aos sintomas do infarto nas mulheres que são, em muitos casos, diferentes da clássica dor no peito relatada por homens, como náuseas, vômitos, dor nas costas e no pescoço, falta de ar e indigestão.

Algumas hipóteses para essa diferenciação nos sintomas são as características biológicas, como variação hormonal; a negação ou subestimação do problema, o que dificultaria o diagnóstico e causaria atraso no tratamento; uma maior resistência à dor e fatores físicos e psicológicos, entre outros.

Para saber mais sobre o Cardiômetro da SBC, acesse:

http://www.cardiometro.com.br/

08 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 

 

08 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Desde 2004 as mulheres são maioria nas escolas de médicas. Em 2014 foram responsáveis por 54,8% dos novos registros de CRM.

Neste Dia Internacional da Mulher, a AMB homenageia a as mais de 160 mil médicas que trabalham no país inteiro por uma medicina de melhor qualidade para os brasileiros.

Diversos tipos de câncer afetam as mulheres brasileiras

Embora seja o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, os tumores de mama não são os únicos que atingem esse público com frequência. Dois terços dos casos de câncer em mulheres surgem em outros órgãos. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o câncer colorretal (intestino) é o segundo mais frequente com 9,4% dos casos. Em seguida, aparecem o câncer de colo de útero (8,1%), o de pulmão (6,2%) e o de tireoide (4%).

Também é importante destacar que mais de 10 mil mulheres morrem de câncer de pulmão no Brasil ao ano. O câncer colorretal mata 8 mil mulheres, enquanto o de colo de útero causa quase 6 mil mortes.

A atitude que permite detectar o câncer em fase inicial, quando há maior chance de cura, é fazer exames de prevenção periodicamente. O papanicolau, a mamografia (obrigatória a partir dos 40 anos), o sangue oculto nas fezes e a colonoscopia (obrigatória a partir dos 50 anos), por exemplo, são muito importantes.

Também é fundamental que a mulher esteja atenta a possíveis sintomas como perda de peso inexplicável (sem fazer dieta), estar sempre cansada, ter alguma dor que não passa, febre persistente, tosse persistente, falta de ar e voz rouca, sangue na tosse, nas fezes, na urina ou no mamilo, ficar engasgada com frequência, entre outros.

Quanto à prevenção, as principais atitudes são manter uma alimentação rica em verduras, legumes e frutas, praticar exercícios físicos com regularidade, não fumar, usar preservativos nas relações sexuais e evitar exposição ao sol em horários inadequados.

SOMESE PREPARA HOMENAGEM ESPECIAL PARA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Dr. William E. N. Soares, realizará uma palestra em homenagem ao dia Internacional da Mulher, pela Sociedade Médica de Sergipe, ressaltando a luta na história da mulher em conquistar o direito à exercer a medicina, tema do ALMOÇO SOMESE de amanhã. As pioneiras da medicina de Sergipe, também serão homenageadas nessa data.

No dia, serão feitos 75 exames de mamografia digital para membros da Associação de Apoio ao Adulto com Câncer do Estado de Sergipe (AAACASE) e da Associação dos Amigos da Oncologia (AMO). Uma unidade móvel para atender gratuitamente os participantes estará disponível, ação em parceria com o projeto “Amigo do Peito” com o apoio do Instituto de Oncologia San Giovanni, CEMISE e do Lions Clube Aracaju Jardins. O lema é PREVENIR É O ALVO!

A programação começa com a realização das mamografias, das 8h às 12h e das 14h às 17h, pela Unidade Móvel Amigo do Peito. Também haverá palestra, no Almoço SOMESE, sobre: “Um escorço, da gloriosa luta das mulheres para ingressar na Faculdade de Medicina”, ministrada pelo Dr. William Soares. Para finalizar, será feita a homenagem às médicas pioneiras em Sergipe.

AMICO inaugura nova sede dia 8 de março em Natal

 

Nova sede amplia o número de especialidades médicas. Desde 2011, já foram acolhidas 2.292 crianças e acompanhantes e no ano de 2016 foram realizados 10.852 atendimentos em ações voltadas às crianças cardiopatas.

A AMICO (Associação Amigos do Coração da Criança), fundada em 2006, e reconhecida como Utilidade Pública Municipal e Estadual, é uma organização sem fins lucrativos que trata crianças cardiopatas.
A abertura da CASA AMICO foi em 2011 e a associação é mantida por meio de doações da iniciativa privada e de empresas parceiras do estado do Rio Grande do Norte.

A nova sede, além de maior e mais confortável, proporcionará o acesso das crianças às novas especialidades médicas. A associação realiza ações como consultas e procedimentos cardiológicos, bem como de outras especialidades médicas, exames, assistência social integral, atendimento odontológico, distribuição de medicamentos, assistência psicológica e fisioterapia.

Os pacientes e acompanhantes que estão na casa recebem seis refeições diárias com dietas especiais, material de higiene e limpeza, transporte, doação de vestimentas e ainda participam de atividades de lazer, eventos educacionais e comemorativos.
O evento acontece no dia 8 e março, às 18h, no endereço: Rua Professor Almeida Barreto, 1787, Lagoa Nova, Natal (No sentido Tirol – Arena das Dunas pela Rui Barbosa. Primeira rua à direita após cruzar a Avenida Nascimento de Castro.
No ano de 2016 foram realizados em todas nossas ações, 10.852 atendimentos, distribuídos em:

• Serviço Social – 1120 atendimentos;
• Psicologia – 932 atendimentos;
• Enfermagem – 7291 atendimentos;
• Fisioterapia – 433 atendimentos;
• Consultas cardiopediatria – 495 atendimentos;
• Consultas alta hospitalar – 181 atendimentos;
• Consultas cardiologista (especialista em marcapasso) – 36 atendimentos;
• Consultas oftalmologista – 5 atendimentos;
• Odontologia – 44 atendimentos;
• Ecocardiograma – 216 atendimentos;
• Angiotomografia – 9 atendimentos;
• Raio-X – 59 atendimentos;
• Laboratoriais – 24 atendimentos;
• Ultrassonografia – 7 atendimentos;
• 20.219 refeições para as crianças e acompanhantes.

Para saber mais sobre as ações da AMICO e colaborar com a causa, acesse: http://www.seuamorconstroi.com.br/

NO DIA MUNDIAL DO RIM, SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA FAZ CAMPANHA VOLTADA A DOENÇA RENAL DA MULHER

 

O dia Mundial do Rim é comemorado, desde 2006, na segunda quinta-feira do mês de março e em 2018 coincide com o Dia Internacional da Mulher.

Pensando nisso, com o tema “Saúde da Mulher – Cuide dos seus rins”, a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) lança campanha voltada à saúde das mulheres.

A Campanha abordará os fatores de risco para a Doença Renal Crônica (DRC), em eventos que acontecerão por todo o Brasil, além da iluminação de pontos turísticos de diversas partes do país, como o Obelisco do Ibirapuera, para chamar a atenção para o risco da DRC.

Estimulando o cuidado com a saúde dos rins femininos, a SBN também programa a tradicional pedalada noturna de 20 km em São Paulo no dia 08 de março, onde todas as inscritas receberão uma camisa de ciclista comemorativa do evento. Informações sobre o evento e inscrições no site: http://sampabikers.com.br/passeio/sampa-bikers-mulher/ .

O craque brasileiro, Neymar, também vestiu a camisa da campanha “Saúde da Mulher – Cuide dos seus rins”.

Para saber mais sobre as atividades programadas para o Dia Mundial do Rim, acesse:

https://sbn.org.br/dia-mundial-do-rim/ano-2018/#fndtn-sobre

DIRETORIA DA AMES TOMOU POSSE COM OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DEFINIDOS E CLAROS

A Associação Médica do Espírito Santo (AMES)  realizou na sexta-feira( 02/03) a cerimônia de posse do novo presidente da entidade, Dr. Leonardo Lessa Arantes e colegas integrantes da diretoria da triênio 2018-2020.

“Nossa missão é clara, na valorização do trabalho e da dignidade médica e na promoção da formação, do debate e da divulgação científica”, nos fala o Dr. Leonardo. “A AMES deve ser efetivamente reconhecida como entidade representativa dos médicos capixabas”, complementa.

Para tanto a já uma definição dos objetivos estratégicos para a gestão, onde se destacam ações de fortalecimento das relações com a comunidade, médicos, estudantes, recém-formados e faculdades, para o alcance dos demais objetivos.

Dr Lincoln Lopes Ferreira, presidente da Associação Médica Brasileira, esteve presente, para cumprimentar os novos dirigentes e reforçar os laços entre as entidades “Acreditamos no apoio às demandas das Federadas e Sociedades de Especialidade. Estaremos juntos para fortalecer os movimentos das regiões e das especialidades, nas esferas administrativas, jurídicas e de comunicação além de mantermos um canal constante de comunicação para construirmos de forma participativa as ações das demandas de temas de interesse dos médicos, da medicina, dos pacientes e da sociedade.”

DIRETORIA DA AMES TRIÊNIO 2018-2020

 

Leonardo Lessa Arantes

Presidente

Carlos Alberto Gomes dos Santos

1º Vice Presidente

Jairo Rocha Filho

2º Vice Presidente Norte

Paulo Roberto Brunoro Costa

2º Vice Presidente Sul

Kítia Coimbra Perciano

Secretária Geral

Rousseau Ramos

1ª Secretária

Almir Guio

2ª Secretária

Ronaldo Conforti Costa

Tesoureiro

Carlos Magno Pretti Dalapícola

2º Tesoureiro

Moacir Soprani

Diretor Científico

Andrea Ramos R. Damasceno

Diretor Social

Nirlan Coelho Evangelista

Diretor Cultural

ANAMT PRORROGA INSCRIÇÕES DA PROVA DE TÍTULO ESPECIAL PARA MÉDICOS DO SESMT PARA 15 DE MARÇO

 

ANAMT PRORROGA INSCRIÇÕES DA PROVA DE TÍTULO ESPECIAL PARA MÉDICOS DO SESMT PARA 15 DE MARÇO

Atualmente, há no Brasil 1,3 mil médicos atuantes no Serviço  Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT sem especialização na área. Estes profissionais têm até dezembro de 2018 para obter o título de especialista em Medicina do Trabalho, de acordo com a Portaria nº 2018/2014 do Ministério do Trabalho e Emprego.
A prova será aplicada em quatro cidades para facilitar o acesso: Brasília (DF), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP).
Inscrições, edital e esclarecimentos em:  http://bit.ly/anamt

Serviço:
Data final das Inscrições : 15 de março
Tipo de exame: O exame é composto de prova teórica e prática,
Data de realização: 26 e 27 de maio.
Locais: : Brasília (DF), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP)

MAIS DE 70% DOS MÉDICOS CUBANOS SÃO REPROVADOS NO REVALIDA

Um levantamento, dos últimos seis anos, nos resultados do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), do Ministério da Educação, mostrou que, dos 7.821 médicos brasileiros e estrangeiros participantes, 47,4% foram reprovados em pelo menos uma das seis edições do exame.

Apenas 28,8% dos médicos cubanos que fizeram os exames foram aprovados. E os brasileiros que cursaram medicina no exterior também não foram nada bem, com  apenas 20,7% de aprovação, índices muito inferiores ao exame do CREMESP, que já não é bom.

Isto mostra a necessidade da revalidação de diploma para médicos formados no exterior, que foi dispensado no Programa mais Médicos, obrigatoriedade em qualquer país sério do mundo para avaliar conhecimentos, habilidades e atitudes e verificar se as competências são equivalentes às exigências brasileiras.

Esta é nossa mais severa crítica ao programa, pois compromete a qualidade da saúde pública além de outras premissas e execução do programa, que possibilitaram uma série de situações irracionais e absurdas no Brasil.

Prefeituras substituíram médicos brasileiros por médicos cubanos, para trocar a fonte de recursos de pagamento da esfera municipal para a federal, em função da situação orçamentária dos municípios. Além disso  os médicos cubanos recebem menos de 1/3 dos valores pagos aos demais participantes, para que o restante seja encaminhado à OPAS e à Cuba.

Veja a matéria completa: https://g1.globo.com/educacao/noticia/quase-metade-dos-medicos-formados-no-exterior-foram-reprovados-em-ao-menos-uma-das-seis-edicoes-do-revalida.ghtml

COMPLEXO HC/FMUSP TEM 570 NOVOS RESIDENTES

 

COMPLEXO HC/FMUSP TEM 570 NOVOS RESIDENTES

Os futuros especialistas foram recepcionados em evento que contou com a presença de lideranças de entidades médicas, direção da Faculdade de Medicina da USP e Comissão de Residência Médica da FMUSP, nesta quinta-feira, 1º de março, no Centro de Convenção Rebouças, em São Paulo.

Lincoln Ferreira, presidente da AMB, esteve presente nas boas-vindas aos mais de 570 e salientou a importância da formação de médicos especialistas para a saúde brasileira.

Clique na imagem e veja o que o Diretor da Faculdade de Medicina da USP, Prof. Dr. José Otávio Costa Auler Junior também falou sobre o evento.