MEDICINA 2030: EVENTO EM ISRAEL TRAÇA PERFIL DO MÉDICO DO FUTURO

Como serão os médicos e a medicina da próxima década? Essas são respostas que o evento Phisician 2030, que está sendo realizado em Tel Aviv (Israel), buscam debater. O encontro reúne médicos do mundo todo e é organizado pela Word Medical Association (WMA) e pela Israel Medical Association.

A Associação Médica Brasileira (AMB) está sendo representada no evento pelo diretor de Relações Internacionais, Eduardo Nagib. As discussões percorrem desde o avanço tecnológico e o uso cada vez mais frequente na medicina até o futuro do ensino na área, passando por aspectos relevantes da relação entre médico e paciente.

“É comum entre os participantes o pensamento de que o futuro já chegou. O médico deve, desde já, desenvolver habilidades necessárias para incorporar as ferramentas que as novas tecnologias trazem para utilizá-las como facilitadoras de suas tarefas em benefício do paciente”, pontua Nagib.

Neste contexto, outro conceito é consenso entre os participantes do Phisician 2030: nada pode substituir o médico e a relação dele com o paciente, pautada em bases humanísticas e éticas.

“É certo que, apesar dos avanços que chegam todos os dias, como medicina de precisão, big data, inteligência artificial e interface digital, o relacionamento presencial continuará sendo imprescindível para o desempenho da atividade médica de forma excelente”, reforça o diretor de Relações Institucionais da AMB.

O Phisician 2030 vai até esta quarta-feira (15). Outras informações sobre o evento podem ser obtidas no site oficial:  https://www.wma.net/events-post/12114/

Na foto: Otmar Kloiber, secretário geral da WMA; Eduardo Nagib; e Leonid Eidelman, presidente da WMA.

Compartilhar em: