AMB APRESENTA CARREIRA MÉDICA DE ESTADO AO MINISTRO DO TRABALHO

Um dos resultados do XIII Encontro Nacional de Entidades Médicas, realizado no final de junho, em Brasília, foi o Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil, entregue nesta sexta-feira para o ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello.

Dentre as propostas do Manifesto está a criação de uma Carreira Médica de Estado que permita aos profissionais deslocarem para regiões mais afastadas, por meio de contratos com segurança jurídica e com garantia de recebimento de honorários acordados, fato que não ocorre hoje, quando os médicos ficam ao sabor dos caprichos da política local. O ministro considerou a proposta de carreira de Estado para os médicos como uma justa e viável reivindicação e se demonstrou receptivo a discutir as pautas da classe médica

A abertura indiscriminada de escolas médicas e a necessidade da criação de um Exame Nacional Obrigatório de Proficiência em Medicina para os estudantes de medicina foram outros temos que integraram a pauta da levada o Ministério do Trabalho.

Além da AMB, representada pelo diretor José Luiz Dantas Mestrinho, participaram da reunião junto com o ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, Donizetti Giamberardino, conselheiro federal do CFM, o presidente do CFM, Carlos Vital; o presidente da ANMR, Juracy Barbosa e Antonio José Francisco Pereira dos Santos, diretor da FENAM.  A AMB e demais entidades foram convidadas a participar de um Comitê de Estudos Avançados, organizado pela pasta, com o objetivo de discutir propostas para atender às necessidades dos trabalhadores brasileiros.

Compartilhar em: