AMB PUBLICA NA FOLHA DE SÃO PAULO INFORME SOBRE A GESTÃO 2017/2020 E A FRAUDE QUE DESCOBRIU

A publicação de um informe, na Folha de São Paulo de hoje (14/11), fala sobre o período do mandato da atual diretoria da Associação Médica Brasileira, que se encerra ao final deste ano, que além de ter cumprido suas missões institucionais na defesa da classe médica e vencido desafios nos campos político e legislativo, teve que lidar com outro desafio: a descoberta de uma fraude financeira.

A fraude assolava as contas da entidade há mais de dez anos e neste período chegava à casa dos R$ 50 milhões. O esquema criminoso que desviava recursos da AMB era cometido por funcionária que trabalhava na AMB há quase 30 anos e desfrutava de significativo grau de confiança das diversas diretorias que passaram pela entidade nesse período.

Tudo que a atual diretoria da AMB fez até agora foi sempre no sentido de implementar uma gestão mais eficiente da entidade e de seus recursos. Assim, as fraudes foram descobertas, os processos internos foram aperfeiçoados e isso permitiu que a AMB ganhasse musculatura para desenvolver seu papel. E como resultado da descoberta da fraude, houve a melhoria ainda mais significativa na situação financeira da AMB.

Leia mais sobre a fraude em https://amb.org.br/fraude50milhoes/, e saiba como foi identificada, como funcionava e quais as ações dos diretores atuais para interromper a sangria de recursos, buscar o ressarcimento à entidade e a punição dos envolvidos.

Dentre as ações da diretoria da AMB, houve a denúncia ao Ministério Público do Estado de São Paulo, que encaminhou à Polícia Civil para investigação, e a propositura de ação indenizatória perante a Justiça do Trabalho. Isto já gerou o bloqueio de contas bancárias e sequestro de bens imóveis e móveis, que servirão para recompor os prejuízos sofridos, além da quebra de sigilo fiscal e bancário de investigados.

Compartilhar em: