JUSTIÇA MANTÉM DECISÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO DA AMB

A Excelentíssima Dra Denise Cavalcante Fortes Martins, juíza da 1ª Vara Cível – Foro Central de São Paulo, que acompanha o caso da eleição da AMB desde agosto, em processo movido pela Associação Paulista de Medicina contra a AMB, proferiu nesta segunda-feira, 30 de outubro, decisão favorável à AMB, mantendo o resultado proclamado pelo Conselho Deliberativo, em reunião realizada em 19 de outubro: “Por ora, não há que se falar em anulação de decisão do Conselho deliberativo da AMB”.

Ao rejeitar o pedido de anulação da reunião do Conselho Deliberativo, a decisão deixa claro que a AMB sempre cumpriu as determinações judiciais, já que em nenhum momento isto foi questionado pela Excelentíssima Juíza.

Assim, em instantes, será dado inicio à reunião do Conselho Deliberativo, que dará posse a Lincoln Lopes Ferreira, como presidente da AMB, e aos demais integrantes da diretoria eleita.

A posse pelo Conselho Deliberativo se dará conforme dispositivos estatutários tendo em vista que a Assembleia de Delegados no último dia 20 teve que ser encerrada de forma prematura, sem que a pauta da reunião fosse cumprida, e a posse fosse dada aos eleitos. O tumulto foi gerado por cerca de 40 médicos de São Paulo, que, capitaneados por Florisval Meinão, presidente da APM, e por Jurandir Ribas, candidato derrotado à presidência da AMB, obstruíram o processo, em total desrespeito à AMB, aos órgãos permanentes da instituição (Conselho Deliberativo e Assembleia de Delegados) e aos os colegas presentes à reunião.

Compartilhar em: