SIMPÓSIO DA AMB SOBRE NOVAS FORMAS DE REMUNERAÇÃO TEVE TRANSMISSÃO AO VIVO

Com auditório lotado, ontem (31/05) em São Paulo, a Associação Médica Brasileira em parceria com o Conselho Federal de Medicina e Agência Nacional de Saúde Suplementar, realizou o Simpósio: Novas Formas de Remuneração Causas e Consequências: Uma Avaliação Crítica, com transmissão ao vivo.

O evento foi coordenado pelo Dr. Emilio C. Zilli (Diretor de Defesa Profissional da AMB) e contou com palestrantes da FGV (Dr. Márcio Vinicius Balzan), da Unimed (Dr. Francisco Lima), do CFM (Dr. Jorge Carlos Machado Curi, também Diretor de Saúde Pública da AMB), ANS (Dra. Martha R. Oliveira) e Grupo Santa Celina (Dra. Ana Elisa Siqueira). O Ministério da Saúde foi convidado para a abertura do evento e participar como debatedor, mas não compareceu ao evento.

Para o presidente da AMB, Dr. Florentino Cardoso, “Foi muito produtivo o Simpósio realizado ontem, sob a coordenação do nosso competente Diretor de Defesa Profissional, Emílio Zilli, em conjunto com o CFM e ANS e maciça presença de representantes de nossas Federadas e Sociedades de Especialidade. Foi mais uma vez dito quão importante é o trabalho sério, ético e unido de todos, ficando claro que a AMB está à disposição para sentar à mesa e discutir modelos de remuneração. Não fugimos do diálogo, de ouvir o contraditório e buscar o que é melhor para todos. Estão todos de parabéns e agradeçamos o grande aprendizado que tivemos, esperando dar continuidade às discussões”.

Durante o evento foram apresentados e debatidos os principais modelos de remuneração do médico, trabalho médico em cooperativa, a regulamentação e a ética dos modelos de remuneração, a regulação e fomento aos novos Modelos de remuneração e financiamento da saúde, bem como modelos pilotos em implantação.

Dando continuidade ao trabalho desenvolvido ontem será enviado às sociedades de especialidades e às Federadas da AMB um documento para melhor análise em suas bases. Após a consolidação das críticas e sugestões recebidas, o material será encaminhada à ANS.

Foi uma oportunidade de debater de forma mais ampla, pela primeira vez num mesmo momento, envolvendo médicos e ANS, quando tanto ANS quanto Ministério da Saúde estão analisando modelos para a remuneração dos médicos. Assim a AMB, em conjunto com as Federadas e Sociedades de Especialidade, está contribuindo para que os modelos que venham a ser implantados tenham a referência da voz dos médicos sobre o tema.

Compartilhar em: