AMBr CELEBRA 60 ANOS

Antes mesmo que Brasília fosse constituída como Capital Federal, a classe médica local já se mobilizava para atender às demandas de saúde de uma cidade em desenvolvimento. Não por acaso, a Associação Médica de Brasília (AMBr), que completou 60 anos nesta quarta-feira (6), nasceu um ano antes da fundação oficial da cidade. Desde o início, a entidade assumiu o papel de congregar os médicos que chegavam de diversos pontos do país e garantir o futuro da medicina no Distrito Federal.

Para lembrar a trajetória marcante da associação, que teve como primeiro presidente de honra o ex-chefe da república e médico Juscelino Kubitschek de Oliveira, a comunidade médica de Brasília se reuniu ontem (6) em uma sessão solene, com direito à apresentação da Orquestra Sinfônica.

O presidente da AMBr, Dr. Ognev Cosac, destaca que é preciso celebrar o passado e olhar para o futuro com a certeza de que a entidade tem muito a contribuir para a evolução da atividade médica no Distrito Federal. “Tenho uma satisfação muito grande em presidir a AMBr, que é uma entidade sólida, autossustentável economicamente e que possui uma sede maravilhosa. Nosso objetivo é preservar essa história e fazer com que isso se perpetue”, acrescenta.

Legado representativo

O presidente da AMB, Dr. Lincoln Lopes Ferreira, participou da solenidade e destacou a importância da AMBr para o progresso da medicina no Distrito Federal. “Desde a fundação, a AMBr é sinônimo de credibilidade e sempre teve um papel fundamental na conquista de avanços inerentes à medicina local, especialmente nas questões científicas. O desenvolvimento de uma comunidade médica forte, representativa e unificada em Brasília é fruto do trabalho dedicado de todos que já passaram pela entidade”, reforça.

O Dr. José Luiz Dantas Mestrinho Mestrinho, vice-presidente da região Centro-Oeste da AMB, ex-presidente e atual conselheiro fiscal da AMBr, foi um dos homenageados na sessão solene. “A AMBr criou em Brasília um grande espírito de participação, seguindo exatamente o que está na essência da palavra associação. Tive a oportunidade de fazer parte desse grupo como presidente e de contribuir para a criação do setor de prática esportiva da entidade e da estrutura de lazer, que é amplamente utilizada pelos associados”, destaca Dr. Mestrinho.

Mais comemorações
Além da sessão solene e do coquetel, as comemorações dos 60 anos da AMBr continuam com a realização de um seminário do Programa de Educação Continuada (PEC) da AMBr, com o tema “Tecnologia e a Vida – A Ética dessa Relação”, marcado para 8 e 9 de fevereiro; e com Baile de Gala e churrasco comemorativos para associados.

Compartilhar em: