Cirurgia Bariátrica e Reprodução Assistida reconhecidas como área de atuação

A Resolução nº 2.116/2015, publicada no final de janeiro pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) incluiu a cirurgia bariátrica e a reprodução assistida como categorias de áreas de atuação. A certificação para profissionais atuantes nessas áreas será por meio da Associação Médica Brasileira, uma vez que estarão vinculadas às especialidades de Cirurgia do Aparelho Digestivo e Cirurgia Geral, em relação à Cirurgia Bariátrica, e Ginecologia e Obstetrícia, na de Reprodução Assistida.

A Resolução publicada é de autoria do primeiro secretário da AMB e conselheiro do CFM, Aldemir Soares, que explicou como os profissionais médicos poderão obter certificações nas novas áreas. “Após a publicação da Resolução do CFM, a AMB vai elaborar e divulgar um edital estabelecendo as regras para a certificação dos médicos que já realizam cirurgias bariátricas e reproduções assistidas. Depois dessa fase, será dado um prazo para que os programas de formação nessas duas áreas de atuação possam se estruturar. Haverá um reposicionamento dos cursos de formação, que terão de ser regulamentados”.

O diretor da AMB ressaltou ainda que os médicos que já atuam e são especializados nas duas áreas não estariam em discordância com a boa prática médica antes da regulamentação. “Quem procurou se aperfeiçoar e está atuando, deve continuar. Só precisa procurar a AMB para obter a certificação”.

A Resolução 2.116/2015, além da criação das novas áreas, incluiu oficialmente a Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear no Conselho Científico da AMB, vinculou as áreas de atuação em Dor e em Medicina do Sono à Pediatria e restringiu à Cirurgia Torácica e Pneumologia a área de endoscopia respiratória.

Compartilhar em: