CONTRA A ABERTURA DE MAIS ESCOLAS MÉDICAS


O Conselho Deliberativo da Associação Médica Brasileira (AMB), reunido nesta sexta-feira (14/06), em Fortaleza (CE), aprovou por unanimidade Moção Contra a Abertura de Escolas Médicas. O documento também foi assinado pela Diretoria da AMB.

O motivo é a preocupação da entidade e de suas representadas com a má qualidade da formação médica no Brasil, diante das notícias recentes do próprio Ministério da Educação informando à mídia que está promovendo estudos para a abertura de escolas médicas, interrompendo a Moratória definida na portaria MEC n. 328, de 5 de abril de 2018.

A Moratória defendida pela AMB e pelas demais entidades médicas, proíbe a criação de escolas médicas por cinco anos e estabelece um Grupo de Trabalho (com a participação da AMB e CFM) para realizar a reorientação da formação médica no Brasil, definindo os critérios de abertura de novas escolas e de escolha dos municípios, bem como para a avaliação dos atuais cursos.

A AMB entende que pelo bem da saúde da população brasileira, é imprescindível que a Moratória seja respeitada e o Grupo de Trabalho atue efetivamente no sentido de fiscalizar e normatizar a criação e o funcionamento das escolas médicas no País.

No documento, a AMB reitera que manterá seus esforços na direção de atuar contra o retrocesso na formação médica, em todas as esferas necessárias. Pelo mesmo motivo, em 2018, o Conselho Deliberativo já havia aprovado a defesa da criação do Exame Nacional de Proficiência em Medicina.

Imagem: RGA/Timbro
#AMB #AMBMocaoEscolasMedicas #AMBConselhoDeliberativo #AMBDiretoriaPlena #ConselhoDeliberativoAMB #AMBConselhoDeliberativoFortaleza

Leia íntegra da Moção aprovada pelo Conselho Deliberativo da AMB: https://amb.org.br/wp-content/uploads/2019/06/MOÇÃO-CONTRA-A-ABERTURA-DE-ESCOLAS-MÉDICAS-.pdf

Compartilhar em: