EUA AUMENTAM EXIGÊNCIAS PARA MÉDICO ESTRANGEIRO

 

Enquanto no Brasil se discute a possibilidade de se implantar um exame “Revalida Light”, atingindo em cheio a credibilidade do exame e permitindo que médicos sem o devido preparo técnico possam atender a população, colocando em risco a saúde e a segurança dos pacientes, nos Estados Unidos, aumentaram as exigências para que médicos estrangeiros atuem no país.

A partir de 2023, só poderão fazer a prova na Comissão Educacional para Médicos Graduados no Exterior, o United States Medical Licensing Examination (USMLE), realizar estágios ou trabalhar nos serviços de saúde americanos profissionais graduados em escolas credenciadas na Federação Mundial para Educação Médica.

A Associação Médica Brasileira (AMB) defende que todos os médicos, antes de começarem a atuar, sejam avaliados de forma padronizada, tanto para quem se formou no Brasil quanto para quem se formou no exterior, para que a população tenha a segurança de estar se tratando com um médico que realmente possua a competência técnica necessária para atendê-la. Este critério é adotado nos países onde a saúde é tratada com reponsabilidade, para garantir um atendimento digno ao cidadão.

Se a regra tivesse valendo hoje nos EUA, somente egressos de 32 instituições do Brasil teriam requisitos para fazer a prova. Essa é a quantidade de faculdades credenciadas pelo Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), do Conselho Federal de Medicina (CFM), que é reconhecido pela Federação Mundial para Educação Médica.

 

Cursos de Medicina acreditados pelo Saeme

Até dezembro de 2019, das seguintes instituições de ensino:

Centro Universitário de Volta Redonda

Centro Universitário do Estado do Pará

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Faculdade de Medicina de Itajubá

Faculdade de Medicina de Jundiaí

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

Faculdade de Medicina Nova Esperança

Faculdade Pernambucana de Saúde

Faculdades Integradas Padre Albino

UniEvangélica – Centro Universitário de Anápolis

Universidade de Caxias do Sul

Universidade de Fortaleza

Universidade do Extremo Sul Catarinense

Universidade do Vale do Itajaí

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Universidade Federal de Rondônia

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal do Maranhão

Universidade Positivo

 

Cursos de Medicina acreditados até abril de 2021, das seguintes instituições de ensino:

 

Centro Universitário do Maranhão

Faculdade de Medicina do ABC

Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Universidade de Passo Fundo

Universidade do Estado do Amazonas

 

Cursos de Medicina acreditados até julho de 2021, das seguintes instituições de ensino:

 

Faculdade de Medicina de Petrópolis

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Universidade Federal de São Paulo

Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Centro de Ensino Superior de Valença

 

 

Cursos de Medicina acreditados até novembro de 2021, das seguintes instituições de ensino:

Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória

 

Cursos de Medicina acreditados até fevereiro de 2022, das seguintes instituições de ensino:

Universidade Vila Velha

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

 

Fonte: http://saeme.org.br/index.php/escolas-acreditadas-pelo-saeme

 

Lei a matéria publicada pelo Estado de Minas, com o título “EUA aumentam exigências para médico estrangeiro”. Link da matéria:

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2019/05/04/interna_internacional,1051145/eua-aumentam-exigencias-para-medico-estrangeiro.shtml

 

Compartilhar em: