Mais uma cubana desiste do Mais Médicos e foge para os EUA

yaumaraYaumara Perez Garriga, de 30 anos, é mais um caso dos profissionais cubanos trazidos pelo programa do Governo Federal Mais Médicos que aproveitam a missão para desertar do rigoroso regime a que são submetidos, ainda que em território estrangeiro. A médica chegou a São Vicente, litoral paulista, em novembro do ano passado, junto com outros três profissionais da mesma nacionalidade. A profissional abandonou o serviço na unidade de saúde onde trabalhava na semana passada.

Segundo o portal de notícias G1, amigos contam que ela planejou se mudar para Miami e, assim que chegou aos Estados Unidos, conversou com alguns conhecidos por meio das redes sociais, afirmando que tudo teria ocorrido como o planejado inicialmente.

Além de Yaumara, outros cubanos participantes do Mais Médicos desertaram, optando pelos Estados Unidos como destino. Ortélio Guerra, que atendia em Pariquera-Açu, interior de São Paulo, declarou em redes sociais que a saída do país foi feita às escondidas para garantir sua própria segurança. Já Ramona Rodriguez, primeira cubana a receber auxílio da Associação Médica Brasileira por meio do Programa de Apoio ao Médico Estrangeiro, aguardou pelo asilo político no Brasil antes de receber refúgio nos Estados Unidos.

 

Compartilhar em: