MAYRA PINHEIRO NO COMANDO DO MAIS MÉDICOS:  CORREÇÕES PARA AS DISTORÇÕES DO PROGRAMA

 

 A médica pediatra cearense Mayra Pinheiro foi convidada pelo ministro da saúde do governo Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, para assumir a pasta de Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (STGES) que cuida do Programa Mais Médicos.

O anúncio oficial será na próxima semana, no entanto desde ontem a médica já está morando em Brasília. Sua visão de gestão para a saúde vai ao encontro com a do ministro, que também é médico, “Estou extremamente feliz com o convite, pois é um sonho realizado contribuir para um projeto de saúde pública com dignidade para população e para os profissionais”, explica.

A pediatra vê o cargo como uma oportunidade de ser um instrumento de Deus com seu conhecimento e ideais para poder entregar algo diferente e melhor na saúde para população brasileira.

Mayra continuará atuante na defesa da Carreira Médica de Estado, que, a longo prazo, possibilitará a permanência dos profissionais nas localidades atendidas, e permitirá condições como o deslocamento dos médicos com suas famílias para áreas remotas e piso salarial, da revalidação dos diplomas dos participantes do programa e pelo fim da abertura indiscriminada de escolas médicas no país a partir da lei que instituiu o Mais Médicos. A cearense recebeu mais de 882 mil votos na eleição de 2018 para o cargo de senadora.

Entre suas propostas de melhoria ao programa está a mudança  para “Mais Saúde”, que incluiria outros profissionais de saúde, como fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais  nas áreas mais distantes e carentes do Brasil, com recursos como da telemedicina para auxiliar em um atendimento mais ágil, que enxergue a saúde como um todo, onde os médicos das mais variadas especialidades ao redor do Brasil compartilhem seus conhecimentos sobre os casos atendidos pelo médico nas localidades do Programa Mais Médicos.

A Associação Médica Brasileira (AMB) vê com bastante entusiasmo a escolha de uma médica para ocupar um cargo tão importante no ministério. A AMB entende que Mayra possui todos os gabaritos necessário para chefiar a pasta e o programa, visto que é uma representante atuante da causa médica, lutando fortemente pela Frente Parlamentar da Medicina no Congresso, além de ter vasta experiência universitária e sindical na área.

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira cumprimenta a futura secretária, “Mayra tem sido uma das figuras mais atuantes na defesa do médico e de uma boa medicina. Ela briga continuamente pela valorização do papel do médico e da saúde e é uma profissional de elevada ética e moral que certamente contribuirá muito para saúde brasileira no Ministério da Saúde”.

Compartilhar em: