MÉDICOS DEIXAM O AMAZONAS POR FALTA DE SALÁRIOS

O presidente da Associação Médica do Amazonas (AMA) e secretário do Conselho Regional de Medicina (CRM), Jorge Akel, informou que o estado do Amazonas tem atrasado os salários com as cooperativas médicas desde 2009. “Sempre atrasando os pagamentos, de três a quatro meses”. Sem salário, mais de 500 médicos já pediram transferência para outros estados. Em vídeo divulgado em suas redes sociais, Jorge, prestou solidariedade e falou sobre a dificuldade diária em obter os equipamentos necessários de proteção para o trabalho.

Acesse a matéria completa aqui.

Compartilhar em: