Período de férias aumenta risco de sarampo

FMUSP faz alerta para necessidade de vacina de prevenção às pessoas que pensam viajar aos EUA, Europa e África

iStock_000016275358_Large

O período de férias escolares está chegando e com ele aumenta a preocupação com a contaminação de sarampo, principalmente para os que viajarem aos Estados Unidos, países da Europa como França, Alemanha e Inglaterra, Ásia e África. O alerta foi feito pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP).

De acordo com a infectologista do HC, Karina T. Miyaji, a imunização é a melhor forma de prevenção da doença e é necessário que ocorra 15 dias antes da viagem. “A vacina de sarampo é eficaz em até 99% dos vacinados, e está contida na vacina tríplice viral, que compreende, além do sarampo, imunização de caxumba e rubéola”, recomenda.

Segundo a infectologista, são indicadas duas doses para menores de 20 anos e uma dose para pessoas acima desta faixa etária. Adultos que não têm certeza de terem recebido a vacina, previamente, devem ser vacinados. Quem estiver com o esquema completo não precisa se revacinar. A vacina deve ser oferecida gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Surto no mundo

Autoridades de saúde de Berlim confirmaram em fevereiro a morte de uma criança de um ano e meio, vítima de sarampo. O país registrou desde outubro de 2014, mais de 600 casos.

Nos EUA, cerca de 200 pessoas já foram contaminadas por sarampo desde janeiro, inclusive em um dos pontos turísticos mais visitados do país: a Disney World.

Já na África, devido à epidemia de ebola, o problema do sarampo na região chegou a suspeita de 127 mil casos. Isso porque a vacinação de sarampo foi reduzida significativamente em crianças, elevando a suscetibilidade dessa e de outras doenças.

Brasil

Em território brasileiro, embora parcialmente sob controle, alguns estados estão em alerta, como o Ceará, por exemplo. Após mais de 100 casos registrados em 2015, o estado não registrou nenhuma ocorrência de sarampo.

Compartilhar em: