PLANOS DE SAÚDE NÃO PODERÃO FAZER REAJUSTES ATÉ DEZEMBRO

Após ser pressionada por entidades médicas e pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu, no final de agosto, suspender reajustes de planos de saúde por 120 dias (de setembro a dezembro de 2020). Essa é uma das causas que a Associação Médica Brasileira (AMB) tem atuado junto à agência, em razão da pandemia de Covid-19 que assola o Brasil.

Foram travados os aumentos para todos os tipos de planos, como individuais e familiares, além dos coletivos (empresariais e por adesão), independentemente do número de segurados. A suspensão será válida para reajustes anuais e por mudança de faixa etária dos planos de assistência médica e exclusivamente odontológica.

“De acordo com levantamento feito pela Revista Valor as operadoras de planos de saúde tiveram menos despesas e reajustes de até 20%, o que fizeram quase dobrar seus lucros no segundo trimestre desse ano. Estamos vivendo um caos pandêmico e esse reajuste seria inviável e desrespeitoso com os brasileiros”, afirma o diretor de Defesa Profissional da AMB, Carlos Jasmim.

Confira entrevista da coordenadora do Programa de Saúde do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Ana Carolina Navarrete, à Globo News e entenda mais sobre a suspensão do reajuste. Link  http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/t/videos/v/entenda-como-sera-a-suspensao-dos-reajustes-nos-planos-de-saude/8836433/.

Compartilhar em: