PRESIDENTE DA ABM DEFENDE CARREIRA DE MÉDICO DE ESTADO

O jornal A Tarde abriu espaço para que o presidente da Associação Bahiana de Medicina (ABM) e 2° vice-presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Robson Moura, para falar sobre um assunto bastante questionado após a saída dos cubanos do programa Mais Médicos: “Como os médicos brasileiros podem mudar a saúde no Brasil”.

Além da certeza que os atuantes no programa são, de fato, médicos, ter brasileiros no Mais Médicos traz visibilidade para a questão da necessária carreira de Médico de Estado, que permitirá o deslocamento dos profissionais com suas famílias para áreas remotas do país, seguridade de um piso salarial e recebimentos do pagamentos.

Leia a matéria na íntegra:

 

Compartilhar em: