RETROSPECTIVA  AMB | MOÇÃO CONTRA O FIM DA MORATÓRIA

O Conselho Deliberativo da Associação Médica Brasileira (AMB) aprovou por unanimidade Moção Contra a Abertura de Escolas Médicas, em reunião presidida pelo vice-presidente da AMB, Diogo Sampaio, em junho, em Fortaleza. A motivação foi a preocupação gerada pelas notícias de que o Ministério da Educação estava promovendo estudos para a abertura de mais escolas médicas, interrompendo a Moratória definida na portaria MEC n. 328, de 5 de abril de 2018.

A Moratória é defendida pela AMB e pelas demais entidades médicas porque susta a abertura desenfreada de novas escolas de medicina, iniciada nos governos do PT. Ela proíbe novos editais para abertura de escolas médicas por cinco anos e cria um Grupo de Trabalho (com a participação da AMB e CFM) para realizar a reorientação da formação médica no Brasil, definindo os critérios de abertura de novas escolas e de escolha dos municípios, bem como para a avaliação dos atuais cursos.

No documento, a AMB reiterou que manterá seus esforços na direção de atuar contra o retrocesso na formação médica, em todas as esferas necessárias. Pelo mesmo motivo, em 2018, o Conselho Deliberativo já havia aprovado a defesa da criação do Exame Nacional de Proficiência em Medicina.

#RetrospectivaAMB #AMB #Retrospectiva2019 #Saude #Medicina #ConselhoDeliberativo #Moratoria

 

Compartilhar em: