SEPARAÇÃO DE SIAMESAS EM RIBEIRÃO PRETO: CASO RARO NO MUNDO E INÉDITO NA AMÉRICA LATINA

 

A cirurgia final de separação das siamesas Maria Ysabelle e Maria Ysadora ocorreu no Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto e contou com a liderança do professor chefe do Departamento de Neurocirurgia Pediátrica, o neurocirurgião Hélio Machado, e uma equipe multidisciplinar de mais 30 profissionais entre neurocirurgiões, cirurgiões plásticos, neurorradiologistas, anestesistas, pe¬diatras intensivistas e enfermeiros.

O procedimento total de separação das irmãs foi realizado em cinco etapas, em cirurgias que ocorreram entre 17/2 e 7/10.

O procedimento, separação de gêmeos craniópagos, que é raro no mundo e inédito no Brasil e América Latina, contou com o apoio do médico norte-americano James Tait Goodrich, que na última cirurgia trouxe colegas da equipe do Montefiore Medical Center de Nova York para acompanhar o procedimento. Goodrich é o principal especialista em separação de siameses do mundo

https://noticias.r7.com/saude/siamesas-separadas-estao-bem-elas-tecnicamente-nao-se-conhecem-31102018

Compartilhar em: