SUPLEMENTO VENDIDO COMO FOSFOETANOLAMINA NÃO CONTÉM O COMPOSTO

A denúncia foi feita pela equipe de reportagem investigativa da Zero Hora, jornal de Porto Alegre, que adquiriu o produto por compra do site da Quality Medical Line e o encaminhou  para ser avaliado pela UNICAMP. O laudo d do Instituto de Química da UNICAMP acusou a completa ausência de fosfoetanolamina na amostra.

Em ação movida pela Associação Médica Brasileira, o STF, em maio de 2016, concedeu a liminar que derrubou a lei que autorizou pacientes com câncer a fazerem uso da fosfoetanolamina sintética, a chamada “pílula do câncer”, por entender que a lei colocava em risco a segurança e a saúde dos pacientes, pois não havia comprovação de segurança e eficácia, além de abrir precedentes para que outras drogas fossem ofertadas à população sem estas comprovações.

Surgiu, então, o suplemento com o composto, que não autorizado pela ANVISA, só pode adquirido para uso individual, em importação por compra em site – o que condenamos pela “venda” de falsas expectativas àqueles que buscam a esperança de cura.

Alertamos os pacientes o quanto pode ser complexo adquirir produtos barrados pela justiça brasileira e não controlados pelos órgãos reguladores nacionais, pois além de não terem o resultado esperado e se colocarem em situação de risco, há a possibilidade de serem enganados em relação ao que estão adquirindo, como explicita o caso.

Aconselhamos aos pacientes que não abandonem seus tratamentos na busca de soluções rápidas e milagrosas. Sigam as recomendações de seus médicos especialistas, pois para cada tipo de câncer há um tratamento adequado que visa a remissão do mal, e quando não possível, a ampliação da qualidade e da expectativa de vida.

 

Veja as matérias na íntegra.

https://gauchazh.clicrbs.com.br/grupo-de-investigacao/noticia/2018/01/suplemento-vendido-como-fosfoetanolamina-nao-contem-o-composto-aponta-laudo-cjbzd92wg003701psyjmuuxla.html

https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/policia-faz-operacao-contra-quadrilha-suspeita-de-vender-falso-suplemento-com-fosfoetanolamina.ghtml

Compartilhar em: