TODOS CONCORDAM: FRAUDES PODEM TER CONSEQUÊNCIAS FATAIS PARA O CIDADÃO

 

Polícia Federal e Justiça Federal concordam com a Associação Médica Brasileira (AMB): médicos malformados podem trazer prejuízos fatais à população, pois médicos malformados não apresentam as condições mínimas para atendimento a pacientes.

Trechos dos documentos da operação Vagatomia divulgados na imprensa ontem (9) salientam:

“A decisão anota que a representação policial destaca a gravidade dos crimes atribuídos ao grupo e indica as consequências para os futuros pacientes dos alunos que compraram as vagas, “que evidentemente não têm condições intelectuais e profissionais de atuar como médicos”. “São assustadoras e podem ser fatais.”

“A sociedade brasileira está a pagar indevidamente pelo estudo de profissionais que se formarão sem os conhecimentos técnicos para atendê-la com qualidade. Enquanto isso, alunos, pais e a suposta organização criminosa se beneficiam, os dois primeiros, por obterem um diploma de médico ou um financiamento público sem merecer, a última, na venda das vagas e dos financiamentos”.

Segundo o relatório da PF, os agentes apuraram que o curso de Medicina da Universidade Brasil “não preza pela qualidade, e sim pela facilidade de obter vaga”. O documento ainda diz que festas e eventos eram realizados com intuito de aumentar as transferências irregulares e, com isso, as queixas de alunos que entraram regularmente e se sentiam prejudicados poderiam diminuir. Em outro trecho, o documento afirma que “alunos interessados em estudar medicina na Universidade Brasil não precisavam se preocupar com os estudos. Bastaria apenas o aluno possuir recursos financeiros para comprar uma vaga.” Além das prisões, a Justiça determinou o bloqueio de até R$250 milhões em bens e valores dos acusados.

https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/pf-ve-consequencias-fatais-de-balcao-de-negocio-de-vagas-de-medicina-da-universidade-brasil/

Compartilhar em: