Tag Archives: Falta de EPIs

HOSPITAL GERAL DO ESTADO DE ALAGOAS RECEBE DOAÇÕES DE KITS DE EPIS

Fernando Gomes, presidente da Sociedade de Medicina de Alagoas (SMA) e diretor Cultural da Associação Médica Brasileira (AMB), entregou kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) ao setor de queimaduras do Hospital Geral do Estado (HGE). Os kits contendo luvas de nitrilo e máscaras N95 foram enviados pela AMB em parceria com a Ambev, que fez a doação dos materiais.

Neste ano, a AMB e suas Federadas já distribuíram em diversas unidades de saúde dos estados do Brasil 25 mil face shields. Na fase atual, estão sendo entregues 55 mil kits de luvas e máscaras. “Agradecemos à Fernando Gomes e toda a diretoria da SMA pelo apoio na entrega das doações ao HGE. Nosso muito obrigado a todos os parceiros que tem ajudado a AMB na garantia de segurança aos médicos e profissionais da saúde que estão em combate à pandemia”, destaca Lincoln Ferreira, presidente da AMB.

Desde o dia 19 de março, a AMB recebeu quase 4 mil denúncias de falta de EPIs para o enfrentamento à COVID-19. Cerca de 85% dos relatos apontam a falta de máscaras N95. As denúncias continuam sendo realizadas pelo portal da AMB: https://amb.org.br/epi/ .

⠀#AMB #EPI #Covid #Covid19 #Coronavirus #SMA #Alagoas #HGE

AMRIGS ENTREGA AO GOVERNADOR DO RS DOAÇÕES DE EPIS ENVIADAS PELA AMB

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), entregou, nesta quarta-feira (02), em solenidade no Palácio Piratini em Porto Alegre, ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, 4 mil máscaras N95 e 8 mil luvas descartáveis para serem distribuídas no estado.

O governador agradeceu em seu Twitter as doações. “Este importante gesto de solidariedade nos mostra que não estamos sozinhos no combate ao coronavírus”.

As doações são frutos da parceria da Associação Médica Brasileira (AMB) com a Ambev que adquiriu os equipamentos. A AMB realizou a logística para a chegada ao estado. Neste ano, a AMB e suas Federadas já entregaram em unidades de saúde de diversos estados do Brasil 25 mil face shield. Nesta fase estão em distribuição 55 mil kits, contendo luvas e máscaras N95.

Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB agradece. “Nosso muito obrigado aos parceiros que estão colaborando para que a AMB e suas Federadas levem a segurança aos profissionais”.

Desde o dia 19 de março, a AMB recebeu quase 4 mil denúncias de falta de EPIs para o enfrentamento à Covid-19. As denúncias continuam sendo realizadas pelo portal da AMB: https://amb.org.br/epi/.

Fotos: Divulgação pelo Twitter do governador do Estado.

AMB E AMC ENTREGAM EPIS PARA ESTUDANTES CEARENSES

Carmelo Leão, presidente da Associação Médica Cearense (AMC) entregou Equipamentos de Proteção Individual ao diretor da Universidade Federal do Ceará, João Coelho, destinados aos estudantes de medicina. Os equipamentos foram enviados pela AMB em parceria com a Ambev, que produziu os materiais. Os materiais enviados foram face shields e kits contendo luva e máscaras N95. ⠀

Na primeira fase da distribuição da AMB foram entregues em unidades de saúde de diversos estados do Brasil 25 mil face Shield e estão em distribuição 55 mil kits, com luvas e máscara N95.

Desde o dia 19 de março, a AMB recebeu quase 4 mil denúncias de falta de EPIs para o enfrentamento à COVID-19. Quase 70% apontam falta de óculos de proteção ou Face Shields e mais de 85% a falta de máscaras N95.

Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB agradece “Nosso muito obrigado aos parceiros que estão colaborando para que a AMB e suas Federadas levem a segurança aos profissionais e estudantes.”

#AMB #EPI #Covid #Covid19 #Covid_19 #Coronavirus #AMC

PROFISSIONAIS DA SAÚDE DENUNCIAM A FALTA DE EPIS

Reportagem no Jornal Hoje, com participação do presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Lincoln Lopes Ferreira, mostra a dificuldade de profissionais da saúde para trabalhar devido à falta de equipamentos de proteção individual (EPIs).

As denúncias chegam a dizer que os médicos usaram capa de chuva no lugar de aventais impermeáveis. Lincoln alerta que os EPIs são extremamente necessários aos profissionais da saúde. “Se as pessoas estão expostas na linha de frente, sem a proteção adequada a estimativa de fato é que infelizmente um grande número delas vão se contaminar”.

O site da AMB já recebeu até 22/04 mais de 3.200 denúncias, e recebeu retorno do Ministério Público do Trabalho em diversos estados, bem como de Secretarias de Saúde, informado que as denúncias recebidas pela AMB e encaminhadas aos órgãos estão sendo apuradas e em alguns casos os locais fiscalizados e/ou autuados.

Para denunciar a falta de EPIs acesse amb.org.br/epi.
Acesse aqui a reportagem completa.

 

AMB RECEBE MAIS DE 3 MIL DENÚNCIAS DE FALTA DE EPIs NO PAÍS

O G1, a partir de dados obtidos com a AMB, publicou matéria o sobre a falta de Equipamentos de Proteção Individual em todo o Brasil. Desde o dia 19 de março, a entidade recebeu mais de 3 mil denúncias de médicos e demais profissionais da saúde sobre as condições inadequadas de trabalho.

Leia aqui a notícia na íntegra.

 

JORNAL MINEIRO DESTACA A FALTA DE EPIs NO ESTADO

O jornal Estado de Minas abordou as denúncias de falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) enviadas à AMB por profissionais da saúde mineiros. A plataforma de denúncias da entidade recebeu 262 relatos do estado. Na entrevista ao jornal, o presidente da AMB reforçou que “não dá para você enfrentar uma doença contagiosa sem proteger adequadamente o profissional, por dois motivos: o profissional se infecta, põe a sua saúde em risco e sai da linha de frente para constituir em mais um doente afetado.!”

Confira aqui matéria na íntegra no link

A plataforma da AMB continua recebendo denúncias sobre a falta de EPIs. Acesse amb.org.br/epi.

GLOBONEWS DESTACA PESQUISA DA AMB SOBRE FALTA DE EPIs

Na manhã desta quarta-feira (1º), a GloboNews repercutiu a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para médicos e demais profissionais da área da saúde que atuam no combate ao novo coronavírus. Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB, falou sobre a importância desses equipamentos para conter a disseminação do vírus e evitar que estes profissionais se afastem do trabalho por estarem infectados.

O estado de São Paulo é onde há a maior concentração de denúncias, são 900, em 109 municípios. Em todo o Brasil a entidade recebeu 2.622 queixas.

Veja notícia completa aqui.