EVENTO SOBRE PSIQUIATRIA CONTEMPORÂNEA REÚNE MAIS DE MIL PARTICIPANTES EM RONDÔNIA

 

Mais de 1.500 participantes e 48 horas de evento: esse foi o resultado da II Jornada de Psiquiatria de Rondônia, realizada pela Associação Médica de Rondônia (AMB-RO), federada da AMB, e pelo Núcleo de Psiquiatria de Rondônia. Com dezenas de atividades em três auditórios, o evento reuniu estudantes e especialistas para discutir questões polêmicas e atuais envolvendo psiquiatria, direito, educação e espiritualidade.

Com três dias de programação intensa, a jornada recebeu 25 conferencistas, que integraram mesas-redondas, conferências, minicursos e análises de casos clínicos. A programação do evento foi transmitida ao vivo por redes de televisão locais, como a Rede TV, a TV Cultura e a NET Porto Velho.

Realizada pelo segundo ano consecutivo, a jornada contou com a participação de profissionais de todo o país e teve como uma das convidadas a diretora da AMB e presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Carmita Abdo. A psiquiatra, que participou da cerimônia de abertura, também foi responsável por ministrar a palestra “Porque todos são curiosos sobre a sexualidade (a sua e a dos outros)?”.

“A jornada chega à segunda edição comprovando a importância de elevar as discussões sobre psiquiatria à esfera nacional. Tivemos a oportunidade de debater temas polêmicos e relevantes para a saúde, de forma interdisciplinar. Foi, de fato, uma programação diferenciada e proveitosa tanto para estudantes quanto para profissionais”, afirma a diretora da AMB.

O presidente da AMB-RO, Aparício Carvalho, também demonstrou satisfação com os resultados da jornada. “Apresentar um evento dessa natureza, que tem a marca do trabalho sério das entidades, é uma forma de fomento ao conhecimento. O sucesso do evento comprova a necessidade de oferecermos mais atividades como essa no estado”, aponta.

Diversidade de temas e de discussões foi um dos destaques da programação

Psiquiatria forense, Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH), suicídio e compulsão alimentar foram alguns dos temas em destaque ao longo da programação da II Jornada de Psiquiatria de Rondônia. Também foram abordados os transtornos no uso de drogas e o adoecimento psíquico no trabalho, assim como o Transtorno de Oposição e Desafio e as discussões sobre Constelação Familiar. As conversas envolveram profissionais tanto da medicina, quanto representantes do Judiciário e da Educação.

Além de pesquisadores e profissionais de Rondônia, estiveram presentes especialistas de diversas regiões do país, como o médico psiquiatra Felipe Becker, do Rio Grande do Sul, que falou sobre os desafios no manejo da internação psiquiátrica em adolescentes.

Já as considerações psiquiátricas sobre avaliação de sanidade mental foram tema do minicurso ministrado pelo mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Helio Lauar de Barros, e pelo médico perito do Tribunal Regional Federal (TRF/RO), Diones Claudinei Cavali.

Delano Helio Freire, psiquiatra do Instituto Philipe Pinel, no Rio de Janeiro, por sua vez, foi o responsável por ministrar a conferência “A Fisiologia do Envelhecimento e Suas Implicações Sobre a Saúde Mental”. Ele ainda coordenou a mesa composta por profissionais psiquiatras que discutiram as considerações sobre a atenção psiquiátrica ao paciente idoso.

PRESIDENTE DA AMB VISITA ASSOCIAÇÃO BAHIANA DE MEDICINA (ABM)

O presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Lincoln Ferreira, esteve, na última quinta-feira (08/08), na sede da Associação Bahiana de Medicina (ABM), em Ondina, onde foi recebido pelo presidente da ABM, Robson Moura, por representantes de entidades médicas locais, além de membros da diretoria e funcionários da ABM.

Robson Moura, que também é 2º Vice-Presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), abriu o encontro. “É uma honra ter o presidente da maior entidade médica nacional, que é a AMB, em nosso estado. Principalmente porque estamos trabalhando juntos em prol dos médicos, da medicina e pela saúde em nosso país”, declarou o presidente da federada da AMB, na Bahia.

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira, aproveitou o encontro para fazer um balanço de um ano e meio de mandato, falando de desafios da saúde no Brasil e de conquistas da classe médica. Demonstrou a preocupação com formação médica, citando a problemática da qualidade e do excesso de escolas médicas, informando sobre a existência de 323 escolas autorizadas. “O Brasil extrapolou muito e não é possível formar médicos com o mínimo de qualidade técnica e de humanidade. Ajudar a corrigir isso é uma das preocupações de nossa gestão”, afirmou o presidente da AMB.

Ele destacou ainda que no ano passado foi realizado o Encontro Nacional das Entidades Médicas (ENEM), o que demonstrou a união das entidades. Durante esse encontro uma das discussões propostas foi sobre a carreira médica de Estado. “Agora o presidente Bolsonaro lançou o programa Médicos pelo Brasil. Esse é o começo da organização de uma carreira médica. Vamos comemorar, mas não nos restringir ao que foi lançado”, explicou Lincoln Ferreira.

O ex-presidente da ABM, Antônio Carlos Vieira Lopes, reforçou que o lançamento do Médicos pelo Brasil é um começo. “O problema é mais profundo, porém estamos avançando”. Questionou também a multiplicação das escolas de medicina, refletindo sobre a qualidade da formação médica atual.

Estiveram presentes também o vice-presidente do Cremeb, Julio Braga, a vice-presidente do Sindimed, Rita Virgínia Marques Ribeiro, o vereador Cezar Leite, o ex-presidente da ABM, Jadelson Andrade, o coronel BM, Sebastião Nolasco, o presidente reeleito da ANSPMBMB, Cel. BM Méd Rômulo Capello Teixeira, os representantes da Liga Acadêmica de Medicina, Cayo Bandeira e Kayque Bandeira, diretores e funcionários da ABM.

Foto: Assessoria de Comunicação da ABM

MÉDICO É O PROFISSIONAL MAIS ACOMETIDO POR BURNOUT

Recentemente incluída na nova Classificação Internacional de Doenças (CID), a síndrome de Burnout atinge hoje cerca de 45% dos médicos brasileiros, segundo a presidente da Comissão de Combate à Dependência Química da AMB, Carmita Abdo.

A rotina estressante e o acúmulo de demandas estão entre as principais causas da doença. “Existe uma incidência ainda maior de Burnout em especialidades que exigem uma ação mais rápida e que lidam com riscos à vida”, explica Carmita. Segundo a especialista, os sintomas da doença começam com a exaustão e podem se agravar com o tempo, caso não sejam tratados.

A AMB tem promovido debates específicos sobre a saúde mental de profissionais e estudantes de medicina, em parceria com o Fórum Nacional de Serviços de Apoio ao Estudante de Medicina (FORSA).

A saúde mental dos médicos foi capa do Jornal da @associacaomedicademinasgerais. Leia: http://bit.ly/2XPm5rX.

Médico, cuide de sua saúde para cuidar dos outros!

#Burnout #saudemental #saudeemocional #AMB #FORSA

MEDICINA MAIS FORTE: REATIVADA A AMB AMAPÁ

 

Nesta quinta-feira (11/7) ocorreu a posse da nova diretoria da Associação Médica Brasileira do Amapá, que será presidida por José Mauro Secco.

A cerimônia foi realizada no auditório do Museu Sacaca e contou com a presença de médicos e representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de Eduardo Monteiro de Jesus, presidente do Conselho Regional de Medicina do Amapá, e Lincoln Lopes Ferreira, presidente da AMB.

Lincoln Ferreira, que além de participar da solenidade ministrou uma palestra sobre Medicina no Brasil: momento atual e perspectivas avalia: “Com a reinauguração da AMB Amapá, cumprimos nossa vocação de estarmos presentes em todos os estados brasileiros. Muito nos alegra podermos contar com a participação da federada, ocupando os espaços na região e na construção das pautas nacionais, sobretudo pelo alto nível da medicina praticada no estado.”

A Federada já conta e continuará contando com todo o apoio da diretoria da AMB, principalmente neste início de jornada. “Nossos cumprimentos a todos da diretoria da AMP-AP, em especial ao José Mauro Secco. Contem conosco pois nós também contamos com vocês.”

E Lincoln conclui com um chamamento: “colegas da região, filiem-se a AMB Amapá, integrem o movimento e participem das discussões que nortearão a medicina da região e a do país.”

Conheça a composição da AMB-PA:

DIRETORIA

Presidente: José Mauro Secco
Vice-presidente: Achiles Eduardo Pontes Campos
Secretária geral: Karlene Aguiar Lamberg
Primeira secretária: Maria Teresa Renó Gonçalves
Primeiro tesoureiro: Gabriel Clemente de Brito Pereira
Segundo tesoureiro: Alberto Souza Paes
Diretora administrativa e patrimonial: Luciana de Almeida Bandeira
Diretor cientifico: Algerry Dias do Rego
Diretor cultural: Luis Alejandro Cadena Astudillo
Diretor de defesa profissional: Joel Brito Coelho
Diretor para assuntos parlamentares: Antônio Paulo de Oliveira Furlan
Diretor de relações internacionais: Luiz Alexandre da Silva
Diretora acadêmica: Kátia Jung de Campos
Diretor social e marketing: Vinícius Araújo Sousa Reis
Diretor de convênios: Claudio Antônio Leão Costa
Diretor de assuntos do interior: Alberto Silva Negrão
Diretor de tecnologia e informação: Thiago Afonso Carvalho Celestino Teixeira
Diretora de eventos: Denise de Nazaré Carneiro Freitas
Diretor de serviços aos associados: Emilio Daniel Pacheco de Sousa
Diretor de previdência e mutualismo: Fábio Luís da Silva Gato
Diretor de empreendedorismo: José Augusto Pupio Reis Junior

DELEGADO AMB

Titular: Isaias Fiuza Cabral
Suplente: Roberto Marcel Soares Alves

CONSELHO FISCAL

Titulares
Raimundo Eri de Araújo Barbosa
Rosano Barata dos Santos
Alieksei Clairefont de Andrade Mello

Suplentes
Edward Eyi Foster
Mauricio Moura dos Santos Netto
José Sávio Santos Ferreira Filho

Foto: Revista You
Vídeo: Revista You

 

EXPERTISE EM CONVÊNIOS

 

O presidente da Associação Bahiana de Medicina (ABM), Robson Freitas, compartilhou com os representantes das Federadas do Norte e do Nordeste a expertise da entidade no desenvolvimento de convênios.

A administração de empresas na área médica, com suporte na área contábil e fiscal, representa uma parcela importante da receita da ABM, recurso que ajuda a impulsionar as ações de defesa das pautas dos médicos locais desenvolvidas pela entidade.

#AMB #ABM #Bahia #MédicosdaBahia #Saude #Medicina #ReuniaodasFederadasAMB #FederadasAMB #Nordeste

ENCONTRO DAS FEDERADAS NA AMB

 

Hoje é dia de reunião das federadas do Norte e do Nordeste na sede da AMB, em São Paulo. Os presidentes estão apresentando e discutindo as metas de crescimento e compartilhando experiências positivas que cada federada tem implementado.

Além disso, os participantes vão discutir assuntos como planos de saúde para médicos, inteligência emocional e como melhorar a comunicação da federada com os médicos do estado. É o que explica Mauro César de Oliveira, presidente da federada do Maranhão e vice-presidente da região Nordeste da AMB.

Assista!

Video: RGA/Timbro

 

AMES REFORMA SEDE E INAUGURA NOVAS INSTALAÇÕES

A Associação Médica do Espírito Santo (Ames) recebeu os associados na noite da última terça-feira (02) para celebrar um novo tempo. A entidade reabriu as portas da sede, depois de alguns meses de reforma. A Ames está no mesmo endereço —no bairro Bento Ferreira, área nobre de Vitória — há 25 anos e a reforma teve o objetivo de entregar um ambiente mais acolhedor e funcional aos associados.

A sede ganhou alterações na fachada, estacionamento para 20 carros, recepção nova e auditório para 60 pessoas, com área de dispersão e coffee break, nomeado em homenagem a um dos grandes médicos do Estado, Luiz Buaiz.

O presidente da Ames, Leonardo Lessa, destaca que a reforma inicia um período de renovação.”Somos a entidade médica mais antiga do Espírito Santo e a reforma representa um atrativo para que o médico se sinta mais bem acolhido, em um local renovado. Além disso, agora temos uma estrutura mais adequada para incrementar nossas atividades científicas, realizar palestras, eventos e até pequenas jornadas”, reforça Lessa.

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira, parabeniza a entidade pela conquista e ressalta que “a nova sede será muito importante para que a Ames continue desempenhando o papel fundamental na defesa dos interesses dos médicos, estudantes e pacientes do Espírito Santo”.

 

AMRIGS COMPARTILHA EXPERTISE NA REALIZAÇÃO DE PROVA PARA MÉDICOS

A Comissão de Ensino Médico e Pós-Graduação da Associação Médica Brasileira (AMB) recebeu representantes da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) para aprofundar os conhecimentos sobre o exame de residência médica aplicado pela entidade. A Prova AMRIGS é realizada há 48 anos e se consolidou como referência na avaliação da qualidade dos candidatos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

O presidente da comissão e vice-presidente da AMB, Diogo Leite Sampaio, destaca a importância da discussão no contexto dos debates sobre a revalidação de diplomas estrangeiros no Brasil. “A AMRIGS tem uma grande expertise no assunto e pode contribuir consideravelmente com as propostas que a AMB vem desenvolvendo sobre o Exame Revalida. A prova da AMRIGS preza por atestar a qualidade dos médicos e é nessa linha que trabalhamos as ideias para o exame nacional”, reforça.

A Prova AMRIGS testa os conhecimentos dos candidatos em Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria, Medicina de Família e Ginecologia e Obstetrícia. O coordenador do teste, Antonio Weston, reforça que “a entidade construiu uma experiência consolidada sobre avaliação de conhecimento médico e está à disposição para contribuir com as propostas da AMB sobre a revalidação de diplomas”.

Também participaram da reunião Maria José Maldonado, diretora acadêmica da AMB; Antonio Carlos Chagas, diretor científico; José Roberto Baratella, presidente da Federação das Academias de Medicina; Florentino Cardoso, ex-presidente da AMB; Guilherme Moura, do departamento jurídico da AMB; e Ana Krewer, membro do jurídico da AMRIGS.

Na foto: José Roberto Baratella, Guilherme Moura, Antonio Weston, Maria José Maldonado, Diogo Leite Sampaio, Ana Krewer e Antonio Carlos Chagas.

Foto: Rodrigo Aguiar/Timbro

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DA PARAÍBA FAZ HOMENAGENS EM FESTA DE 95 ANOS

Para comemorar os 95 anos da Associação Médica da Paraíba (AMPB), federada da AMB, foi realizada uma grande festa na última sexta-feira (31/5), em João Pessoa (PB). Durante o evento, que contou com a presença do presidente da AMB, Lincoln Ferreira, foram homenageados ex-presidentes da AMPB, médicos e personalidades locais que contribuíram para a Medicina da Paraíba.

Estrela Maroja, a primeira médica Dermatologista da Paraíba, representada na festa pela filha, Flávia Maroja, que também é Dermatologista, e o médico Urologista, Jacinto Medeiros, CRM número 10 (ele ainda exerce a atividade médica), foram lembrados pelo seu pioneirismo. O presidente do Sistema Correio de Comunicação, Roberto Cavalcanti, que apoia à medicina da Paraíba em seus veículos de comunicação, recebeu a homenagem do presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Lincoln Lopes Ferreira, e da presidente da Associação Médica da Paraíba (AMPB), Débora Cavalcanti.

Um dos momentos marcantes da festa foi também o reconhecimento pelos serviços prestados à AMPB (fundada em 03/05/1924) dos ex presidentes em atividade: Antônio de Pádua de Souza Neves, Fábio Antônio da Rocha de Souza, Gilson Guedes, João Modesto Filho, Mário Uchoa, Orniudo Fernandes, Otávio Sérgio Lopes, Paulo Sérgio Régis Toscano, Péricles Serafim, Silvino Chaves, e Wilberto Trigueiro.

Para Débora Eugênia Braga Nóbrega Cavalcanti, primeira mulher presidente da AMPB, e primeira mulher paraibana na diretoria da AMB, “é muito importante manter viva a história da AMPB. Principalmente passar aos jovens médicos o sentimento de união, da força do associativismo, e o amor à Medicina. Ao mesmo tempo trabalhar para no futuro manter a nossa AMPB cada vez mais forte e atuante, cuja missão é defender a dignidade profissional do médico e a assistência de qualidade à saúde da população paraibana e brasileira”, declarou Débora Cavalcanti.

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira, parabenizou a diretoria da AMPB pela festa e homenagens, “os nossos cumprimentos a todos os médicos da Paraíba pelos 95 anos da AMPB, federada à AMB. Parabenizo todos os ex-presidentes e demais homenageados nesta noite pelos serviços prestados à Medicina. Quero também dizer à Dra. Débora, Diretora de Assuntos Parlamentares e presidente da Comissão de Assuntos Políticos (CAP) da AMB, que sempre pode contar com nosso total apoio na AMB. Cumprimento-a e a sua equipe pelo trabalho sério e competente que vocês vêm realizando na Associação Médica da Paraíba e, também, na AMB.”, declarou Lincoln Ferreira.

AUDITÓRIO LOTADO NO I SEMINÁRIO DA AMB-RO EM PEDIATRIA

O terceiro evento de atualização profissional da AMB-RO repetiu o sucesso dos seminários anteriores realizados pela instituição, com médicos e estudantes de medicina lotando o auditório a fim de assistirem as palestras que versaram sobre autismo, déficit de atenção e hiperatividade.

O presidente da AMB-RO, Aparício Carvalho, destaca que “promover eventos dessa natureza é parte primordial de nossa função enquanto associação” e complementa, “a diretoria, nossos parceiros e a equipe de organização não medem esforços para poder oferecer uma pauta de trabalho relevante à comunidade médica num ambiente agradável que também propicie a integração”.

Para garantir a relevância dos conteúdos, foram convidados como palestrantes os neurologistas pediátricos Marcos Antonio Sueyassu e Jean Carlos Turazzi Gonçalves. O evento foi coordenado por Maria das Graças Guedes de França, diretora de benefícios da AMB-RO.

#AMB-RO #Pediatria #Autismo #TDAH #Rondonia