EXAMES DE PAPANICOLAU NO RIO GRANDE DO SUL DEVEM SER INVESTIGADOS URGENTEMENTE

A AMB repudia todo e qualquer ato irresponsável e/ou criminoso envolvendo a saúde, assim como atos de má fé para com os pacientes e seus familiares, sempre em situação vulnerável.

Pelo bem da saúde pública em nosso país e da nossa população, conclamamos que se faça uma rigorosa e urgente investigação para apurar a denúncia de possíveis irregularidades nos exames citopatológicos de prevenção do câncer do colo do útero, o Papanicolau, na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul.

A denúncia de que o laboratório responsável pela execução dos exames, disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) do município, estaria realizando a análise dos materiais coletados por amostragem é muito grave e coloca em risco a vida das mulheres daquele município.

Solidarizamo-nos com as pacientes que de alguma forma tenham sido afetadas e prejudicadas e confiamos que todos os envolvidos e culpados, caso as denúncias sejam comprovadas, sejam responsabilizados, inclusive criminalmente.

A Sociedade Brasileira de Patologia também já se manifestou sobre o caso. Leia no site da AMB : http://bit.ly/2LgeM5n

 

NÃO VACINAR É UM ATO IRRESPONSÁVEL

O avanço de grupos contrários a vacinação não apenas surpreende a todos nós, médicos, como nos traz uma certa perplexidade. O movimento disseminado principalmente nas redes sociais já vem sendo apontado como a principal causa de surto de sarampo na Europa e pode colocar em risco, doenças que já estavam erradicadas no Brasil, ou que tiveram seus índices radicalmente reduzidos graças a ações permanentes de imunização.

Sugerimos aos pais da geração de 20 a 40 anos que conversem com seus pais e avós para que ouçam o histórico de mortes e sequelas irreversíveis em períodos passados que foram causados por doenças como paralisia infantil, rubéola congênita, sarampo, entre outras.

Os grupos são impulsionados por meio das redes sociais que divulgam, sem base científica nenhuma, supostos efeitos colaterais das vacinas. O risco de retorno dessas doenças é altíssimo no momento em que se reduz a cobertura vacinal, ainda mais diante de um quadro econômico e cultural, no qual as pessoas costumam fazer muitos deslocamentos não apenas entre estados, mas em diferentes países. Assim, o risco de uma família que opta por não se vacinar, não se limita ao ciclo de convívio, mas expõe uma população inteira ao risco de contaminação.

Criado há mais de 40 anos, o Programa Nacional de Imunizações é responsável por uma considerável redução dos óbitos por doenças imunoprevenível. A varíola foi erradicada em 1973, a poliomielite em 1989 e a febre amarela em 1942. Houve controle do sarampo, tétano e difteria. O processo de imigração, especialmente de países como Venezuela, trouxe novos casos e acende o sinal de alerta para uma importância ainda maior da vacinação.

Recentemente, observamos a pouca procura da população pela aplicação da vacina contra a gripe, mesmo nos grupos considerados de risco, mesmo sabendo da sua importância na prevenção de casos mais raros.

Assim como o Ministério da Saúde, a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) dispõe de um calendário completo de vacinação e todo médico pediatra está habilitado a prestar os devidos esclarecimentos e informações a respeito das imunizações que precisam ser feitas em cada etapa do desenvolvimento da criança.

Para reverter a subutilização dessa ferramenta tão segura e eficaz e proteger a população dos sofrimentos causados pelas enfermidades infecciosas, é fundamental conscientizar permanentemente a população, não se vacinar é um ato irresponsável e que coloca a saúde de toda a população em risco.

Presidente da AMRIGS, Alfredo Floro Cantalice Neto

Vice-Presidente da Região Sul da AMB

DIA NACIONAL DE COMBATE À DOENÇA VASCULAR PERIFÉRICA (DAOP)

SBACV alerta sobre a importância do diagnóstico precoce e o rápido início do tratamento

O Dia Nacional de Prevenção da Doença Vascular Periférica é no próximo sábado, 14 de julho. A doença arterial obstrutiva periférica (DAOP) acomete as artérias, que são os vasos que levam o sangue do coração para os órgãos e tecidos, principalmente nos membros inferiores.

A aterosclerose é a causa mais comum da DAOP, caracterizada pela dificuldade de passagem de sangue devido a placas de gordura e outros elementos depositados na parede das artérias ou pela própria degeneração da parede do vaso ao longo dos anos. Ela pode causar ainda problemas cardiovasculares como o infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Estimativas apontam uma prevalência de 10 a 25% na população acima de 55 anos, sendo que aumenta com a idade.

A Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) aproveita a data para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce, visto que o problema pode causar gangrena ou até amputação de membros inferiores. “Os fatores de risco para a Doença Arterial Obstrutiva Periférica são tabagismo, sedentarismo, obesidade, diabetes, hipertensão e colesterol alto. Por isso é importante a avaliação do Angiologista e /ou Cirurgião Vascular, pois com o diagnóstico precoce é possível tratar e evitar complicações”, afirma o presidente da SBACV, Dr. Roberto Sacilotto.

Os pacientes que apresentam a doença arterial obstrutiva periférica iniciam os sintomas queixando-se de dores nas panturrilhas (“barriga da perna”) quando andam determinadas distâncias e que melhoram quando interrompem a marcha, é a chamada claudicação intermitente. A claudicação intermitente é um alerta de que a circulação pode não estar normal.

Em estágio avançado, a pessoa pode sentir dor nos membros inferiores, mesmo em repouso, frialdade nas perna, formigamento e dormência e apresentar lesões necróticas (tecido sem recuperação, escuros) em dedos dos pés.

O presidente da SBACV explica que um exame clínico minucioso feito pelo Cirurgião Vascular e/ou Angiologista e a utilização de exames como o ultrassom Doppler podem confirmar o diagnóstico.

Tratamentos

Na fase em que o paciente apresenta dor quando caminha (claudicação intermitente), medidas clínicas e orientações como suspender o uso de cigarros, controlar a pressão alta, colesterol elevado e diabetes devem ser iniciados de imediato, além de estimular o hábito de caminhar aumentando assim a formação de novos vasos que irão compensar aqueles obstruídos.

“Nos casos de doença avançada, com o aparecimento de necroses nas extremidades dos dedos dos pés, há a necessidade de procedimentos cirúrgicos que podem ser iniciados pela Angioplastia (dilatação do vaso com balões e stents) até cirurgias maiores como a ponte de veia safena, que seria a substituição do local obstruído da artéria por veia safena do próprio paciente fazendo uma derivação em ponte. São procedimentos que cicatrizam as lesões e feridas e o levam ao salvamento da perna”, explica Dr. Sacilotto.
*Há uma imagem no anexo do e-mail sobre os estágios da DOAP.

XXII Congresso Brasileiro de Nutrologia acontece de 27 a 29 de setembro em São Paulo

Conhecimento e integração na promoção da saúde nutrológica

São Paulo recebe o XXII Congresso Brasileiro de Nutrologia nos dias 27, 28 e 29 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca. Principal evento da área realizado pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), certamente serão dias de imersão em temas pautados nas principais tendências, estudos e novidades no âmbito da saúde nutrológica e afins.

Simultaneamente, acontecem ainda o XXII Simpósio de Obesidade e Síndrome Metabólica, XV Simpósio de Nutrição Enteral e Parenteral e III Meeting de Nutroesportiva, realizados anualmente pela ABRAN.

Os nomes de importantes médicos nacionais e internacionais já estão confirmados, assim como a participação de várias empresas parceiras, o que deve tornar o Congresso ainda mais rico em conteúdo, com a apresentação de casos clínicos, estudos, pesquisas e análises de assuntos relevantes para a área médica.

Com uma programação atualizada que inclui palestras e workshops, serão mais de 50 simpósios em que os especialistas irão compartilhar experiências, conhecimentos e, o mais importante, gerar o engajamento e a troca de informação entre os presentes, promovendo a integração dos profissionais em prol da saúde e da Nutrologia.

Durante o evento, acontecem ainda apresentações de trabalhos científicos, para as quais os interessados podem se inscrever pelo site abran.org.br/congresso2018. Serão premiados três trabalhos científicos e todos os aprovados serão publicados no International Journal of Nutrology.

As inscrições para o XXII Congresso Brasileiro de Nutrologia já estão abertas, com valores especiais por tempo limitado. Mais informações pelo site abran.org.br/congresso2018

 

ENEM 2018 – RESULTADOS

Entidades médicas reuniram-se na tarde desta quarta-feira, 11/07, para avaliar o ENEM realizado no final de junho e definir detalhes sobre o lançamento do relatório de divulgação dos resultados, que acontecerá em 2 de agosto.

Estiverem presentes na sede do CFM, o presidente da autarquia, Carlos Vital, o presidente da FENAM, Jorge Darze, o coordenador do ENEM, Donizetti Dimer Giamberardino Filho, além do presidente da AMB, Lincoln Ferreira.

ELEITO COORDENADOR DO INSTITUTO BRASIL DE MEDICINA (IBDM)

José Luiz Mestrinho foi eleito novo Coordenador do IBDM, durante reunião do Conselho Administrativo do instituto, realizada na manhã desta quarta-feira, 4/7, em Brasília.

Para a posição de Coordenador Substituto, foi eleito Tolomeu Casali, representante da Sociedade Brasileira de Anestesiologia no IBDM.

Para o recém-eleito coordenador, o momento é de sintonia fina e conjugação de esforços: “Estou muito honrado de ter sido escolhido pelos colegas para coordenar o IBDM. Temos grandes desafios pela frente, para fazer com o que o instituto atue conforme determinado em seu estatuto, dando suporte aos congressistas que defendem os interesses da classe médica e da saúde brasileira. Sempre em sintonia e sinergia com a agenda e prioridades da Comissão de Assuntos Políticos AMB/CFM”. Participam da CAP-AMB/CFM as seguintes entidades: FMB, FENAM, AEMED, DENEM, IFMSA Brazil, ABLAM .

A eleição para coordenador e coordenador substituto estava prevista desde o final de 2017, quando Luiz Carlos Sobania e Tolomeu Casali assumiram provisoriamente estas posições, com objetivo de concluir o processo de criação do instituto. “Não poderíamos deixar, nesta oportunidade,  de cumprimentar e agradecer o Dr Sobania por ter levado a cabo a nobre missão da criação do IBDM”, complementa Mestrinho.

Além da reunião do Conselho Administrativo do IBDM, que elegeu Mestrinho e Tolemou, ocorreram na mesma data Assembleia Geral do instituto, que referendou a eleição de Mestrinho e Tolomeu, e uma Reunião Geral.

ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA COMPLETA 189 ANOS

Sessão Solene realizada na sede da Academia Nacional de Medicina, em 29 de junho, marcou o aniversário de 189 anos da entidade. Representando a AMB, Lincoln Ferreira compôs a mesa, juntamente com o presidente da ANM, Jorge Costa e Silva, a diretoria da academia e outros convidados. “É motivo de muita honra participar de um momento desses da historia da medicina brasileira. Uma instituição tão tradicional, com uma trajetória dessas, demonstra claramente os pilares nos quais a nossa profissão foi construída. Garantir um futuro igualmente notável é nosso grande desafio. Deixar um legado melhor do que recebemos é nossa missão. É por isso que a AMB luta diariamente”, disse Lincoln.


Na oportunidade foram entregues prêmios a autores, coautores e colaboradores de trabalhos inéditos que contribuíram substantivamente para o conhecimento em alguma área da Medicina:
– Prêmio Presidente da Academia Nacional de Medicina Miguel de Oliveira Couto, Secção de Cirurgia, para Alexandre Siciliano Colafranceschi.
– Prêmio Presidente da Academia Nacional de Medicina José Leme Lopes, seção de Medicina, para Walter dos Santos Gonçalves.
– Prêmio Academia Nacional de Medicina a Clovis Orlando da Fonseca
Jorge Costa e Silva em seu discurso falou sobre a história da ANM e ressaltou a importância das intuições neste momento difícil do Brasil para que se tenha uma sociedade mais feliz e mais justa. “O evento, além de festivo, foi um momento de encontro para troca de ideias, fortalecimento de pensamentos e discussão para projetos conjuntos”, comemorou Lincoln.
Na foto Lincoln Lopes Ferreira com os acadêmicos Natalino Salgado Filho, Mario Corrêa Lima e Arno von Ristow, vice-presidente da região Sudeste da AMB.
Foto: ANM

PRESIDENTE DA AMB VISITA A SEDE DA SBA

Hoje (29/06), Lincoln Lopes Ferreira, presidente da AMB, esteve na sede da Sociedade Brasileira de Anestesiologia, para uma reunião com Sérgio Luiz do Logar Mattos, presidente da SBA.
O principal objetivo da reunião foi discutirem as demandas da SBA que contarão com o apoio da AMB.
Na oportunidade Lincoln e Sérgio assinaram títulos de especialista, num ato que simboliza todo o grau de união existente entre a AMB e a SBA.
Lincoln saiu entusiasmado da reunião: “Tive hoje o prazer de conhecer a bela sede da SBA, onde mantive uma excelente e produtiva reunião com o Presidente Sergio Logar.”