SBCCP lança “Julho Verde”: conscientização sobre o câncer de cabeça e pescoço.

julho verde 2022

Câncer de cabeça e pescoço pode alcançar até 90% de cura. SBCCP alerta para a importância da detecção precoce

Julho é verde! Verde esperança, a cor da confiança de que é possível mudar, por exemplo, situações que podem ser desfavoráveis à saúde. A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) intensifica, no Julho Verde, suas ações de conscientização a respeito da importância da detecção precoce desse tipo de câncer, que pode alcançar até 90% de cura se tratado precocemente.

“O compromisso da nossa sociedade em busca de tratamentos cada vez mais eficazes no combate ao câncer e a todas as doenças que acometem a região da cabeça e pescoço é incansável, assim como as ações para orientar a população. A massificação, em âmbito nacional, por todos os órgãos do poder público das informações e orientações a respeito dos cuidados, tratamentos e detecção precoce do câncer de cabeça e pescoço ajudará, em muito, a salvar vidas. A população precisa estar cada vez mais consciente de que as chances de cura do câncer são muito maiores para os casos diagnosticados precocemente”, informa o presidente da SBCCP, Dr. Marco Aurélio Kulcsar.

A SBCCP participou, em 2014, na cidade de Nova Iorque (EUA), da escolha do dia 27 de julho como a data de conscientização sobre o câncer de cabeça e pescoço. Pouco tempo depois, instituiu no Brasil o Julho Verde e, neste ano, os especialistas têm um incentivo a mais para intensificar os alertas e orientações a respeito da doença, já que o mês de julho foi oficialmente instituído em todo o território brasileiro, pela Lei nº 14.328, de 20 de abril de 2022, como o Mês Nacional do Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço.

Orientações
O Presidente da SBCCP orienta que todos procurem atendimento médico ao perceberem sintomas e sentirem desconfortos na região do pescoço, boca ou face (confira abaixo os principais sinais).

“É de suma importância não descuidar da saúde e procurar uma unidade de atendimento médico sempre que perceber alterações que sugerem uma possível doença”, reforça Kulcsar.

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para este ano de 2022 é de que surjam 36.620 novos casos de câncer de cabeça e pescoço, incluídos nesse total os tumores de boca (cavidade oral), laringe e tireoide.

Ficando atento! Procurando um especialista na fase inicial da doença, as chances de obter sucesso no tratamento são grandes.

PREVENÇÃO

Procure manter uma alimentação saudável, pratique atividade física regularmente, mantenha sua higiene bucal em dia, evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, use protetor solar e abandone o fumo. Parar de fumar, inclusive, é a melhor maneira de evitar a maioria dos cânceres de boca, faringe e laringe.

Fique atento e vá ao médico regularmente.

PRINCIPAIS FATORES DE RISCO

Para o câncer de cavidade oral (boca)

  • Tabagismo
  • Consumo excessivo de álcool
  • Exposição ao sol sem uso de protetor labial
  • Infecção por HPV (Papolomavírus Humano)

Para o câncer de tireoide

  • Dieta pobre em iodo
  • História de irradiação do pescoço
  • Radioterapia em baixas doses (principalmente na infância)
  • História familiar de câncer de tireoide
  • Obesidade
  • Tabagismo
  • Exposições hormonais
  • Poluentes ambientais

Para o câncer de laringe

  • Tabaco (cigarros, charutos, cachimbos, narguilés e produtos feitos por rolos)
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas
  • Excesso de gordura corporal
  • Exposição ocupacional de alguns elementos como pó de madeira, produtos químicos utilizados na metalurgia, petróleo, plásticos, indústrias têxteis e o amianto

Para o câncer de pele

  • Exposição prolongada ao sol (raios ultravioleta – UV), principalmente na infância e adolescência
  • Exposição ao sol sem uso de protetor solar
  • Exposição a câmeras de bronzeamento artificial
  • História familiar de câncer de pele

PRINCIPAIS SINTOMAS DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO

  • Aparecimento de nódulo no pescoço
  • Manchas brancas ou avermelhadas na boca
  • Ferida que não cicatriza em duas semanas
  • Dor de garganta que não melhora em 15 dias
  • Dificuldade ou dor para engolir
  • Alterações na voz ou rouquidão por mais de 15 dias

Esses sinais também são causados ​​por outras condições clínicas. Portanto, é importante conversar com seu médico.

ESTIMATIVA PARA 2022

  • Boca (cavidade oral) = 15.190, sendo 11.180 em homens e 4.010 em mulheres
  • Laringe = 7.650, sendo 6.470 em homens e 1.180 em mulheres
  • Tireoide = 13.780, sendo 1.830 em homens e 11.950 em mulheres


TOTAL = 36.620 novos casos de câncer de cabeça e pescoço, sendo 19.480 em homens e 17.140 em mulheres.

PROBABILIDADE DE CURA

Para câncer de tireoide – 90% em jovens (Fonte: Oswaldo Cruz – Centro Especializado em Oncologia)  https://centrodeoncologia.org.br/tudo-sobre-cancer/cancer-de-tireoide/

Para câncer de boca (cavidade oral) – até 80% de cura. (Fonte: Fundação do Câncer – https://www.cancer.org.br/blog/cancer-de-boca-tem-ate-80-de-cura/)

Para câncer de laringe – acima de 80% nos casos iniciais, sendo que, em 70%, a laringe é inteiramente preservada. (Fonte: resultados cirúrgicos dos principais serviços de cirurgia de cabeça e pescoço do Brasil)

Para câncer de pele – carcinoma basocelular (CBC) e carcinoma espinocelular (CEC) são as formas mais comuns do câncer de pele e têm 90% de chance de cura se forem identificados rapidamente. O melanoma é mais agressivo e sua taxa de ocorrência émenor, porém, pode se espalhar para outros órgãos caso seja detectado tardiamente. (Fonte: SBD – https://www.sbd.org.br/fique-atento-aos-possiveis-sinais-do-cancer-de-pele/)