CHEGA DE IMPROVISO!

Foto: Agência Reuters

Os problemas enfrentados pela população da Venezuela, em que 87% vive abaixo da linha da pobreza, num regime autoritário e ditatorial, com graves problemas sociais e econômicos, faz com que muitos busquem refúgio nos países vizinhos, como o Brasil. Isto ocorre principalmente em locais como Roraima, que apresentam as facilidades para cruzar a fronteira.

Humanitáriamente são recebidos e lotam cidades do estado em busca de alimentos, atendimento médico e uma nova vida.

Ao mesmo tempo surge uma série de dificuldades de gestão no estado e no país, em todas as áreas, inclusive na saúde, com excesso de necessidades de atendimento e o recrudescimento de doenças que não eram mais problemas no Brasil, como o sarampo.

A Associação Médica Brasileira acredita que esta é uma dificuldade de que deve ser enfrentada pelo Governo Federal, onde todos os recursos necessários devem ser disponibilizados para que haja o impedimento da entrada de doenças ao país, com ações de vacinação e o atendimento aos enfermos em solo brasileiro.

As barreiras sanitárias são necessárias para a triagem e direcionamento para o atendimento especializado, quando necessário.

Dentre estes imigrantes muitos se declaram médicos. A motivação de buscarem se estabelecer no Brasil, aliada regime autoritário do país de origem, dificulta a comprovação de suas credenciais, mesmo que o governo federal decida por contratação de médicos venezuelanos, em caráter emergencial, para atendimento aos seus compatriotas num primeiro momento, mesmo que dentro do Programa Mais Médicos, com suas regras próprias.

A responsabilidade pelo atendimento à saúde destes inesperados visitantes e refugiados, enquanto em solo brasileiro, é de nosso país. Não podemos colocar em risco esta população e a população do estado de Roraima. É necessário o deslocamento de médicos e outros profissionais da saúde brasileiros para este dramático momento, das forças armadas e de entidades do governo, em caráter emergencial, mas elaborando um plano para o atendimento que tende a aumentar a demanda enquanto perdurar o regime do país vizinho.

Improvisações na área da saúde estão se tornando regra em nosso País e não podem ser admitidas. Satisfação à população brasileira não pode ser dada com retóricas ou pirotecnias. Precisa ser dada com ações concretas, embasadas em práticas consagradas e assertivas, sem desrespeitar nossa constituição e focando sempre na real solução dos problemas.

Ratificamos a sempre ampla disponibilidade de contribuir na discussão sobre a saúde brasileira que a AMB tem, assim como suas Federadas e Sociedades de Especialidade. Soluções mal geradas e não debatidas com quem realmente está na linha de frente, junto dos cidadãos, tendem a ser desastrosas, quando muito, adiam a eclosão de problemas ainda maiores.

MÉDICOS MAL FORMADOS SE TORNAM MAUS MÉDICOS

O resultado do Exame do CREMESP confirmou o que a AMB já vem alertando há muito tempo: a falta de fiscalização e a abertura irresponsável de escolas médicas estão empurrando o nível do ensino médico no país para níveis assustadoramente baixos. Somente 64,6% dos participantes foram aprovados. A aprovação maior foi em escolas públicas (79,7 enquanto nas escolas privadas a aprovação ficou em 56,8).

Conforme dados divulgados pelo CREMESP, muitos dos recém-formados demonstraram não saber interpretar exames para diagnosticar e administrar a conduta terapêutica adequada a casos médicos básicos e problemas de saúde frequentes. Veja alguns exemplos de questões com altos índices de erro:

  • 88% não souberam interpretar o resultado de um exame de mamografia e erraram a conduta terapêutica de uma paciente;
  • 78% erraram o diagnóstico laboratorial de diabetes mellitus;
  • 75% não conseguiram identificar conduta para paciente com hemorragia digestiva alta;
  • 74% não souberam responder a pergunta sobre metabolismo dos carboidratos;
  • 70% não acertaram a nutrição apropriada após quadro agudo de pancreatite;
  • 60% demonstraram pouco conhecimento sobre doenças parasitárias (chagas, leishmaniose, esquistossomose), formas de veiculação e contaminação;
  • 57% erraram a avaliação para paciente com alteração da válvula aórtica sintomática;
  • 54% não conseguiram avaliar o comportamento da frequência cardíaca e da pressão arterial durante a gravidez;
  • 50% não souberam respeitar a autonomia do paciente;
  • 40% não souberam fazer a suspeita de uma apendicite aguda.

Frequentemente, o presidente da AMB tem falado sobre os resultados da política de proliferação de escolas médicas sem qualidade: “Formar bons médicos custa caro. Formar maus médicos custa muito mais caro”. Profissionais sem o preparo, conhecimento e técnica necessários sobrecarregam o sistema de saúde, pois pedem exames desnecessários, aumentam os períodos de internação e são pouco resolutivos.

https://globoplay.globo.com/v/6524795/?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar

PROVA DE TÍTULO DE ESPECIALISTA DA SBN TEM INSCRIÇÃO PRORROGADA ATÉ 28/02

A prova de título de especialista da SBN, que acontece dia 6 e 7 de abril, teve seu prazo de inscrição prorrogada para 28 de fevereiro.

A prova de título se divide atualmente em duas etapas e uma avaliação de curriculum. Será realizado também um curso de revisão da matéria próximo a prova para que todos os interessados possam fazer uma última revisão, assim como é feito em muitos países.

A primeira etapa de peso 4 com múltipla escolha não eliminatória, pois não se trata de um concurso à cargo, e sim aplicação de instrumentos de mensuração da capacidade do candidato de exercer uma função, esta primeira fase com uma avaliação da capacidade do candidato conhecer a neurocirurgia clínica geral em todos seus aspectos, tendo uma sensibilidade maior que especificidade. As questões de múltipla escolha têm a origem ou fonte consultada e baseadas principalmente no Tratado De Neurocirurgia da SBN e no livro do Youmans (três últimas edições).

A segunda etapa, de igual peso 4, será mais específica com aprofundamento do conhecimento, aplicada por uma banca de 2 examinadores no período da manhã, e dois a tarde diferente, onde de 3 temas clássicos pela manhã e 3 a tarde o aluno escolherá 2 temas dos 3 em cada período. A prova será constituída de casos reais, com maior grau de profundidade, e complexidade que que pretendemos testar a capacidade do aluno da sua profundidade de conduta e discussão frente a situações reais, com exames radiológicos, videos de cirurgia, fotos de patologia e anatomia. Este instrumento é sim específico e vem buscar o conhecimento que lhe foi mais ensinado durante sua residência, muitas vezes este conhecimento diferente nas diferentes instituições de ensino de residência.

A avaliação do Curriculum peso 2, segue protocolos rígidos de itens diversos, baseados na atividade em prática neurocirúrgica como cursos, provas da SBN, não tem qualquer caráter subjetivo, sendo está feita por uma comissão extremamente diligente e experiente com este protocolo. A prova dos alunos especiais este ano apresentará uma novidade que será exatamente a mesma dos alunos regulares, valorizando ainda mais a conquista deste título tão importante.

Paulo Henrique Pires de Aguiar
Coordenador da comissão de Titulo

Samuel Tau Zymberg
Coordenador da Comissão de titulo

Para acessar o edital completo, acesse http://portalsbn.org/portal/wp-content/uploads/2018/02/Edital_SBN_2018_Final-2.pdf

 

EVENTO GRATUITO: Aula aberta – Como estruturar a gestão da comunicação para divulgação de empresas da área de saúde

O MBA EM MARKETING E GESTÃO DA SAÚDE – AMB/ESPM está oferecendo uma aula aberta gratuita: Como estruturar a gestão da comunicação para divulgação de empresas da área de saúde

Data: 26/2

Horário: 19h30

Local: ESPM – Campus Prof. Francisco Gracioso – Rua Dr. Álvaro Alvim, 123 – Vila Mariana – São Paulo/SP

Saiba mais sobre o MBA e inscreva-se na aula aberta: https://goo.gl/TjwxTi

 

Nessa aula serão vistos os sete principais conceitos que todo profissional da saúde deve olhar e trabalhar para construir uma comunicação que gere e interesse de pacientes

  1. Sua história e sua carreira são a sua marca. Pensando em negócio e não só na formação.
  2. Construindo uma linguagem de acordo com o tipo de posicionamento desejado.
  3. Identidade visual para apoiar na diferenciação.
  4. Site e blog: a importância de um canal próprio e estruturado.
  5. Conteúdo: a alma da nova comunicação.
  6. Redes sociais: ser achado em meio a muitas ofertas.
  7. Frequência e sequência: como o tempo aliado com a estratégia fortalece sua comunicação.

Esses pontos fazem parte do módulo de comunicação integrada. Cada ponto será comentado durante cerca de 20 minutos e será dada aos participantes uma matriz para autoavaliação do negócio ou de sua marca pessoal.

MBA EM MARKETING AMB/ESPM PARA TODOS OS GESTORES DE SAÚDE

 

Dr Florentino Cardoso, ex-presidente da AMB, convida a todos os gestores de saúde, não apenas médicos, a participarem do conteúdo de qualidade que a AMB e a ESPM estão oferecendo, focados em marketing, publicidade e estratégia, já que são assuntos que deram um salto no mercado brasileiro.

O Dr. Florentino, que é o atual presidente da CONFEMEL – Confederação Médica Latina-Íbero-Americana e do Caribe e vice-presidente do Setor II do Colégio Brasileiro de Cirurgiões,  deixa nítido seu enorme prazer em participar desse projeto.

Associados da AMB têm 30% de desconto no MBA em Marketing e Gestão da Saúde – AMB/ESPM. Se você ainda não é sócio da AMB, associe-se e usufrua deste benefício.

Saiba mais sobre o MBA: https://goo.gl/TjwxTi

MBA AMB/ESPM VOLTADO PARA QUALIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS É POSSIVEL ATÉ PARA MÉDICOS QUE NÃO RESIDAM EM SÃO PAULO

Dr Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB, evidencia a competividade na área da saúde, por isso mesmo enaltece como é fundamental para um médico se qualificar e isso é possível através de um MBA voltado para Marketing e Gestão da Saúde, uma parceria entre a AMB e a ESPM. O curso é feito as sextas e sábados e não ocorre toda semana, o que permite que até médicos que não moram em São Paulo, como é o caso do Dr. Diogo, possam participar.

As aulas terão início em 9 de março de 2018, às sextas-feiras, das 19h30 às 22h30 e aos sábados das 8h às 13h, no campus Joaquim Távora da ESPM, na capital paulista.

Associados da AMB têm 30% de desconto no MBA em Marketing e Gestão da Saúde – AMB/ESPM. Se você ainda não é sócio da AMB, associe-se e usufrua deste benefício.

Saiba mais sobre o MBA: https://goo.gl/TjwxTi

III Congresso Brasileiro de Doenças Funcionais

A  Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) realizará nos dias 11 e 12 de maio de 2018, na cidade de São Paulo (SP), no AMCHAM Business Center, quatro grandes eventos:

III Congresso Brasileiro de Doenças Funcionais,
II Congresso Brasileiro de Microbiota Intestinal,
I Congresso Brasileiro de Neurogastroenterologia e 
I Simpósio Multidisciplinar de Microbiontes

São esperados mais de 800 participantes atuantes na área da gastroenterologia, que dividirão conhecimentos e atualizações nessas novas fronteiras da especialidade, com 1 convidado internacional e mais de 100 nacionais.

Na área das doenças funcionais serão debatidos os novos conceitos contidos no Consenso de Roma IV, em especial sua nova abordagem, os Distúrbios da Interação Intestino-Cérebro!

Essa interação intestino-cérebro também será um dos alvos do congresso de microbiota e microbioma humanos, juntamente com as disbioses relacionadas aos cânceres, doenças inflamatórias, e outras enfermidades digestivas e extra-digestivas.

O aprofundamento do conhecimento da neuromotilidade e suas repercussões no trato digestivo estarão presentes no evento da neurogastroenterologia.

Quanto aos microbiontes, sua importância será discutida, numa visão multidisciplinar, para alcançar sua real dimensão na manutenção da saúde ou no aparecimento das doenças nos seres humanos.

Estão todos convidados para participar dessa imersão de 2 dias de discussões e atualizações nestas relevantes áreas da gastroenterologia do século XXI.

Informações: www.doencasfuncionais2018.com.br

NOVA DIRETORIA DA SBACV TOMA POSSE

Roberto Sacilotto tomou posse na Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia  Vascular, na noite deste sábado, 17/2, em solenidade realizada em São Paulo, juntamente com os demais 14 diretores eleitos para o Biênio 2018/2019.

Presidente da AMB, Dr. Lincoln Lopes Ferreira, destacou a parceria da entidade com a SBACV na defesa profissional. Falou também sobre os desafios da qualidade nas escolas médicas e sobre a importância da carreira de médico de estado. Parabenizou dr. Ivanesio Merlo pela gestão à frente da entidade e ratificou o apoio da AMB aos gestores empossados.

O novo presidente da entidade ressaltou a importância do que foi feito até hoje na SBACV. “É hoje uma instituição organizada e com as contas em dia. Agora, é o momento de trazer o associado para perto, fazer com que seja, de fato, parte ativa na Sociedade e que tenha voz. Assim, unidos, nos fortaleceremos, gerando um ambiente de interação e diálogo permanentes”

 

Confira abaixo a lista completa da nova diretoria da entidade para o biênio 2018-2019.

 

Presidente: Roberto Sacilotto (SP)

Vice-presidente, Bruno de Lima  Naves (MG)

Secretário Geral,  Marcelo Matielo (SP)

Vice-Secretário Geral, Reginaldo Boppré (SC)

Tesoureiro, Marcelo Moraes (SP)

Vice-Tesoureiro: Carlos Eduardo Cunha (PE)

Diretor Científico: Rossi Murilo da Silva (RJ)

Vice-Diretor Científico: Túlio Pinho Navarro (MG)

Diretor de Publicações: Julio Peclat (RJ)

Vice-Diretor de Publicações: Paulo Toscano (PA)

Diretor de Patrimônio: Sérgio Meirelles (RJ)

Vice-Diretor de Patrimônio: Giuliano Santa Rosa (MS)

Diretor de Defesa Profissional: Francesco Botelho (MG)

Vice-Diretor de Defesa Profissional: Marco Aurélio Grudtner (RS);

Assessoria Gestão Estratégica e Interinstitucional: Eliud Garcia Duarte Junior (ES).

MBA AMB/ESPM OFERECE UMA VISÃO SOBRE CONCEITOS INOVADORES DA GESTÃO EMPRESARIAL.

A maioria das formações de saúde não falam de gestão. O profissional de saúde ao se formar, quando vai gerir o seu negócio, se depara com desafios que nem sempre são tão fáceis de serem resolvidos.

Um dos objetivos do MBA em Marketing e Gestão da Saúde – AMB/ESPM  é oferecer uma visão sobre conceitos inovadores da gestão empresarial, com ênfase na área de marketing aplicados ao Setor de Saúde.

Associados da AMB têm 30% de desconto no MBA em Marketing e Gestão da Saúde – AMB/ESPM. Se você ainda não é sócio da AMB, associe-se e usufrua deste benefício.

Saiba mais sobre o MBA: https://goo.gl/TjwxTi