Lançamento da Frente Nacional em Defesa da Saúde, da Medicina e do Médico reúne representantes de todo o país

frentenacional

 

Ontem, dia 16, na sede da Associação Médica Brasileira (AMB), em São Paulo, representantes de associações, sindicatos, federadas e grupos estudantis de todas as regiões do Brasil, deram início oficial ao movimento Frente Nacional em Defesa da Saúde, da Medicina e do Médico, grupo que tem como objetivo fortalecer e unir as instituições médicas em prol dos pacientes e dos profissionais da saúde.

O presidente da AMB, Dr. Florentino Cardoso, disse que as entidades presentes não compactuavam com a divisão da classe médica, assim como também reforçou que o caminho para que os médicos tenham mais força é se unindo às instituições já existentes e lutando contra ao aparelhamento das entidades existentes e à criação de entidades-espelho, cujo objetivo é enfraquecer e dividir a classe médica. “A AMB e outras entidades são as casas do médico brasileiro. As pessoas que hoje as dirigem passam, mas as entidades ficam, porque elas são de todos nós e é nelas que temos que fazer as mudanças necessárias para a saúde do Brasil”.

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Geraldo Ferreira, que junto com a AMB organizou o movimento, a frente vai lutar pela união da categoria médica, para defender e fortalecer a democracia, colocar-se intransigentemente nas lutas em defesa da dignidade, da remuneração e das condições de trabalho da classe. “Há uma orientação do Governo Federal, via CUT, para dividir qualquer categoria ou entidade em que o governo não é maioria”, se referindo à criação de uma nova federação.

Além de contar com o apoio das principais entidades, sindicatos, associações estaduais e grupos estudantis do Brasil, a Frente Nacional também tem adesão de instituições internacionais. “Diante de qualquer movimento que vise defender o médico, a medicina e a saúde, independente do país, vamos apoiar”, declarou o coordenador do Comitê de Assuntos Médicos Sociais, da Associação Médica Mundial (World Medical Association – WMA), Dr. Miguel Roberto Jorge.

Durante o evento, diversos representantes de instituições médicas contribuíram com sugestões ou com ideias que já vem sendo implementadas no seu estado para a defesa da classe médica e dos pacientes. Um dos principais motes levantado pelos participantes é de que assim como outras categorias de trabalhadores, como advogados e engenheiros, por exemplo, os médicos não podem ter vergonha de expor sua opinião política e que isso deve iniciar desde as faculdades. “Os médicos e pacientes do Brasil podem contar com o nosso apoio e se precisar vamos percorrer as 252 escolas de medicina do Brasil. Pois, vamos lutar contra um governo que está muito mais preocupado com o voto do que a saúde”, afirmou o presidente da Associação dos Estudantes de Medicina (AEMED-BR), Vinícius de Souza.


Próximos passos

O próximo encontro da Frente Nacional em Defesa da Saúde, da Medicina e do Médico já tem data e local marcados. Acontece no dia 21 de agosto, em Fortaleza e vai reunir membros das diretorias da AMB e FENAM para a criação de comissões que visem, por exemplo, a participação de representantes médicos nas eleições de 2016, que tenham como plataforma melhorias na saúde dos seus municípios.

Partos sem Pediatra?

Sim, esta é a proposta do Ministério da Saúde que está em consulta pública até dia 25 de maio. Medida que tem foco no corte de custos representa risco para a saúde da gestante e da criança. A Nota de repúdio da AMB, SBP e FEBRASGO repercutiu em mais de 300 veículos de comunicação do país inteiro, como jornal Estado de São Paulo, TV Globo, Correio Braziliense, BandNews FM e diversos portais.

Ouça as entrevistas dos presidentes das entidades:

https://soundcloud.com/amb_oficial/sets/partos-sem-pediatra

I Fórum em Gestão de Associações de Especialidades Médicas acontece em junho

logo

A Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), com o apoio da Associação Médica Brasileira (AMB), realizará o I FÓRUM EM GESTÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESPECIALIDADES MÉDICAS com o objetivo de fomentar a discussão a respeito dos principais aspectos executivos, jurídicos, administrativos, de comunicação e de eventos comuns às Sociedades de Especialidades reconhecidas pela AMB, bem como compartilhar experiências.

De acordo com Carlos Roberto da Silva, atual diretor executivo da ABORL-CCF e idealizador do projeto, “a peculiaridade de cada área e a sua dificuldade em relação ao mercado clama por uma aproximação e troca de experiências, visando o crescimento acompanhado de qualidade e profissionalismo.  Apesar de um planejamento estratégico diferenciado em cada entidade, entendo que trilhamos os mesmos caminhos na busca da excelência dos serviços aos associados, que gera o aperfeiçoamento do conhecimento, representatividade, e defesa profissional”.

Para essa edição pioneira, foram escolhidos 4 pilares que fazem parte do dia dia da maioria das associações: Administração; Jurídico; Comunicação e Eventos. Cada um desses temas contará com uma mesa de discussão, reunindo profissionais com ampla experiência no assunto para expor e debater o que se tem feito e como melhorar a gestão nas associações de especialidades.

Confira o que cada mesa abordará:

ADMINISTRAÇÃO –  Como administrar seus recursos com qualidade 

JURÍDICO – Segurança jurídica das sociedades de especialidades quanto ao direito público e privado conjuntamente com a Associação Médica Brasileira

 COMUNICAÇÃO – Boas práticas da comunicação nas sociedades de especialidades 

EVENTOS E CURSOS – Aspectos da organização de eventos e suas peculiaridades nas sociedades de especialidades

 

Serviço

Data: 12 de junho de 2015

Horário: das 08 às 12 horas,

Local: Sede da ABORL-CCF – AV. Indianópolis, 1.287, São Paulo/SP

Público Alvo: A participação neste evento é restrita a um representante de cada uma das Sociedades de Especialidades filiadas à Associação Médica Brasileira.

AMB, SBP e FEBRASGO denunciam riscos para gestantes e crianças em proposta do governo

A consulta pública sobre “Diretrizes de Atenção à Gestante: a operação cesariana”, que encerra hoje, 13 de maio, teve prazo exíguo; o relatório de recomendação da Conitec não teve a anuência das entidades médicas e das sociedades de especialidades na elaboração do relatório, ao contrário do que foi divulgado pelo Ministério da Saúde; a proposta apresentada tem grave viés ideológico e negligencia riscos importantes para a saúde da gestante e da criança

A Associação Médica Brasileira (AMB), juntamente com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) enviaram nesta terça-feira, 12 de maio, um ofício para o Ministério da Saúde, repudiando o relatório de recomendação disponibilizado para consulta pública. Além do conteúdo ser tendencioso e inadequado do ponto de vista técnico, as associações acima citadas aparecem erradamente como anuentes do relatório de recomendação. Não houve e não há anuência destas sociedades, ao contrário do que tentam fazer entender, listando-as como parte de Grupo Consultivo.

AMB, SBP e FEBRASGO participaram de algumas discussões em torno do tema com o Ministério da Saúde, dentro de um processo inconcluso e que demandava novas atividades. Causou surpresa a todos os envolvidos a abertura de consulta pública sobre o assunto, utilizando evidências técnicas insuficientes e notadamente direcionado por viés ideológico.

A saúde da gestante e da criança é o principal objetivo a ser perseguido na discussão deste tema. Evidências clínicas precisam ser consideradas utilizando metodologia científica adequada sob pena de distorcer a realidade e influenciar equivocadamente a tomada de decisões sobre a questão.

Dentre os pontos que geram grande discordância está a dispensa do pediatra na sala de parto nas cesarianas,quando não houver risco ao feto ou à gestante.

A literatura científica mundial demonstra claramente que a presença do médico é fator decisivo para a melhor assistência para a gestante e para a criança, com diminuição dos riscos e complicações.

Link para a Consulta Pública 08/2015: http://conitec.gov.br/index.php/consultas-publicas

FEBRASGO_AMB_SBP (1)

Submissão de trabalhos livres no 49º Congresso de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Estão abertas as inscrições para resumos de temas livres do 49º Congresso da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), evento que acontece entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro, no Centro de Eventos do Ceará (CEC), em Fortaleza. O prazo para a submissão dos trabalhos científicos é até o dia 20 de maio.

Os profissionais interessados em enviar os seus trabalhos devem preencher um formulário no site do 49º Congresso da SBPC/ML (cbpcml.org.br), na seção Tema Livre. A seleção dos trabalhos será publicada após avaliação da Comissão Analisadora – composta por membros da entidade. Serão escolhidos em torno de 300 a 400 pôsteres para serem exibidos no Congresso. A SBPC/ML incentiva o envio de pôster eletrônico para visualização em telas de LCD localizadas próximas aos pôsteres. Para o trabalho ser selecionado para a apresentação oral é obrigatório o envio do pôster em formato eletrônico.

“Ultimamente, nós temos recebido um grande número de trabalhos que abordam outros aspectos como informática e gestão – que antes não eram habituais. Além dos temas livres clássicos, como bioquímica, hematologia e microbiologia, percebemos um aumento do número de assuntos que trazem um conhecimento diferente e que, seguramente, vão reforçar cada vez mais a importância de participarmos de eventos desse porte”, afirma Dr. Adagmar Andriolo, Coordenador de Temas Livres do Congresso.

Simultaneamente a este evento, acontece o 1º Congresso Brasileiro de Informática Laboratorial, que será realizado ao longo do dia 30 de setembro, com o objetivo de trazer ao público debates e novidades da tecnologia da informação na medicina laboratorial. As inscrições de ambos acontecem separadamente, sendo que o próximo prazo para a inscrição antecipada nos Congressos é dia 2 de junho e o último é até o dia 3 de agosto, com direito ao convite para o evento de confraternização do Congresso, que acontece no dia 1º de outubro.

Vale ressaltar que a inscrição antecipada oferece desconto em relação às inscrições feitas durante ou no próprio dia do evento. Para associados SBPC/ML, a inscrição para o 49º Congresso pode ser gratuita.

Para informações sobre os Congressos, acesse o site: http://www.cbpcml.org.br/2015/.

Para informações sobre o envio de trabalhos científicos, mande e-mail para: temalivre@sbpc.org.br.

Sobre a SBPC/ML

A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) é uma Sociedade de Especialidade Médica, fundada em 1944 e que atua na área de laboratórios clínicos. Com sede na cidade do Rio de Janeiro, tem como finalidade reunir médicos com Título de Especialista em Patologia Clínica/Medicina Laboratorial e de outras especialidades como farmacêuticos-bioquímicos, biomédicos, biólogos e outros profissionais de laboratórios clínicos, além de empresas do setor.

A SBPC/ML dispõe de projetos de habilitação e qualificação profissional de acordo com a legislação em vigor, através de atividades voltadas para ensino, pesquisa e divulgação científica em Medicina Laboratorial, tendo como meta principal a saúde da população. Para alcançar esses objetivos a SBPC/ML realiza cursos, jornadas, congressos, eventos relacionados e publicações científicas.

18º Congresso da SOBRICE | SBNR 2015

banner-sobrice---divulgação-site-SOBRICE

São Paulo receberá o 18º Congresso da Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular e Congresso da Sociedade Brasileira de Neurorradiologia Diagnóstica e Terapêutica – SOBRICE | SBNR 2015 – que ocorrerá de  9 a 11 de julho no Centro de Convenções Rebouças.

Novidades como robótica em intervenções, atualidades em stents absorvíveis, radioembolização para tumores hepáticos, tratamento de malformações vasculares, acesso pela artéria radial para intervenções vasculares e não vasculares, personalização no tratamento combinado de técnicas minimamente invasivas para tumores, além de inovações em correções de aneurismas torácicos e abdominais.

Os workshops ocorrerão em salas satélites sempre visando uma interação entre os apresentadores e público com discussões de casos clínicos e possibilidade de trocas de experiências entre os participantes.

O congresso conta também com os já tradicionais simuladores eletrônicos, onde os congressistas poderão, em ambiente virtual, realizar procedimentos simulando-os como em uma sala de intervenção, podendo inclusive inserir seus casos clínicos e programar a futura intervenção.

Os trabalhos científicos, em forma de pôsteres, também tradicionalmente, estarão presentes, sendo que a comissão julgadora elegerá os três primeiros melhores trabalhos que receberão prêmios.

Informações e inscrições em: www.sobrice2015.com.br

Projeto SBMN: Expansão da Medicina Nuclear no Brasil

Com o objetivo de aperfeiçoar e fortalecer a medicina nuclear no Brasil, a SBMN convoca todos a contribuírem com o projeto de expansão da especialidade no País.

Recentemente, o presidente da SBMN, Claudio Tinoco, e o diretor George Coura Filho foram recebidos em audiência no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e apresentaram ao ministro Aldo Rebelo proposta de um plano de desenvolvimento da especialidade.

Na ocasião, Tinoco e Coura Filho estavam acompanhados do presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN/MCTI), Angelo Padilha, que levantou a possibilidade de criar um plano e acrescentou que não apenas a CNEN apoiaria, mas que seria estabelecida uma atuação conjunta para alcançar essa meta.

Diante da receptividade do MCTI à proposição, a SBMN convida seus associados e demais interessados a enviarem sugestões referentes a iniciativas que venham a impulsionar a medicina nuclear em suas diferentes esferas de atuação.

​Participe! Acesse o formulário online e compartilhe suas proposições até 27 de abril.

Mais informações: www.sbmn.org.br

17º Congresso Brasileiro de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé será realizado em Belo Horizonte

Os ortopedistas brasileiros têm encontro marcado no 17º Congresso Brasileiro de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, no Minascentro, em Belo Horizonte, de 30 de abril a 02 de maio. O evento – realizado pela ABTÉ – Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pe -, é de dimensão internacional e figura no calendário oficial das grandes sociedades da especialidade ao redor do mundo. A comissão organizadora está trabalhando muito para oferecer aos participantes um evento de excelente qualidade em todas as áreas.

De acordo com o presidente do congresso, Dr. Wilel Benevides, embora seja um evento de especialidade, “teremos uma grade científica repleta de assuntos de grande interesse para todos nós, com a participação de especialistas de renome internacional, que trarão para nós um pouco da sua experiência e habilidade. Faremos também um curso pré-congresso, de altíssimo nível, com colegas de grande experiência na realização de trabalhos científicos. Assim, convido todos os colegas, especialista ou não em cirurgia do tornozelo e pé, para participarem desse grande encontro que inclui, em sua grade científica, simpósios sobre importantes temas da atualidade, tais como artroplastia do tornozelo, correção de patologias do tornozelo e pé causados por doenças neuromusculares e procedimentos artroscópicos do tornozelo e pé”.

Além da participação de renomados colegas brasileiros, acrescenta o presidente do evento, participam da pauta de debates do congresso os seguintes convidados internacionais: C, Niel van Dijl, Professor em Ortopedia e Chefe do Departamento de Ortopedia no Academic Medical Centre( AMC) em Amsterdam/Holanda, especialista em cirurgia do tornozelo e joelho, traumatologia do esporte e artroscopia; Mark Myerson, diretor do Instituto do Pé e Tornozelo no Mercy Medical Center em Baltimore, Maryland, Estados Unidos, ex-presidente da American OrthopaedicFootandAnkleSociety e da Associação Ortopédica de Maryland; Robert Anderson, ex-presidente da American OrthopaedicFootandAnfleSociety , trabalha como médico de futebol americano no Carolina Panthers, bem como consultor para diversos times colegiais e profissionais nos Estados Unidos; Keith Wapner, chefe da área de pé e tornozelo e professor clínico de cirurgia ortoppédica na Universidade da Pensilvânia, EUA. Reconhecido anualmente pela Fhipaldephia Magazine em questões médicas entre 2004 e 2014. Mais informações sobre o congresso no site www.pe2015.com.br .