PRESTAÇÃO DE CONTAS E ORÇAMENTO SÃO APROVADOS EM ASSEMBLEIAS

PRESTAÇÃO DE CONTAS E ORÇAMENTO SÃO APROVADOS EM ASSEMBLEIAS

 

O Relatório Anual da Diretoria da AMB e a prestação de contas da atual diretoria, incluindo o relatório de auditoria e o balanço patrimonial, foram aprovados nesta terça-feira (30/10) na Assembleia Ordinária de Delegados da AMB e logo após, por unanimidade, na Assembleia Geral da AMB. Também foi aprovada a proposta orçamentária para o exercício de 2019, assim como o valor da contribuição associativa no valor de R$ 24,50 ao mês. As reuniões aconteceram na sede da Associação Médica de Minas Gerais.

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE ELEITO JAIR BOLSONARO

 

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE ELEITO JAIR BOLSONARO

Em nome dos médicos brasileiros, a Associação Médica Brasileira (AMB) parabeniza Jair Messias Bolsonaro pela vitória nas eleições para a Presidência da República. O resultado do pleito mostrou o anseio da nação por uma mudança que honre nosso País, por democracia, por transparência e por alternância no poder.

O desafio agora é colocar em prática as promessas de campanha e viabilizá-las. Muitas delas estão em consonância com o que pensa e propõe a AMB há muito tempo.

A Carreira de Médico de Estado, por exemplo, é fundamental para levarmos bons médicos para os locais de difícil provimento. Também é crucial para a saúde da população que ela seja atendida por médicos bem formados no Brasil ou no exterior. Por isso, seu compromisso em tornar o Revalida obrigatório é tão bem visto pela medicina brasileira, que também apoia fortemente a criação do Exame Nacional Obrigatório de Proficiência em Medicina para os médicos formados no País. O exame é a única forma de evitar que as escolas caça-níqueis prejudiquem ainda mais o atendimento ao cidadão, principalmente aquele que depende do sistema público e não pode escolher os profissionais que lhe dão assistência.

Já existe legislação específica para fiscalizar e punir as escolas médicas que não atendem aos padrões exigidos para que funcionem e formem bons médicos, mas infelizmente, nunca houve vontade e coragem para enfrentar os interesses políticos e econômicos dos que se beneficiam da abertura indiscriminada de escolas de medicina.

Da mesma forma, compartilhamos sua indignação a respeito do envio de quase 16,5 bilhões reais para Opas e para a ditadura cubana. Recursos em volumes maiores do que o Ministério da Saúde efetivamente executa na rubrica de investimentos na saúde, conforme SIAFI: menos de 2,9 bilhões de reais em 2017. O sistema que já é subfinanciado, fica mais sucateado. O ambiente caótico e mal gerido oportuniza o surgimento de mais corrupção. Contamos, Excelentíssimo Presidente, com sua determinação contra este grande mal, que também afeta esta importante área da saúde brasileira.

A valorização da educação médica continuada, com atualização de quem já está no mercado, também precisa ser uma bandeira na área da saúde. Assim como a especialização médica, não só nas áreas de altíssima complexidade e urgência, mas também na atenção básica à saúde, onde podemos resolver até 80% dos males que atingem a população.

A saúde é o segundo maior orçamento do governo federal. Por isso mesmo é sempre disputada avidamente na hora do loteamento político da máquina pública. O resultado disso são as filas, a ineficiência, a falta de remédios e de leitos, os escândalos de corrupção e o pior de tudo: as mortes evitáveis.

As agências reguladoras da saúde também foram aparelhadas e hoje trabalham em prol dos interesses de oligopólios, em prejuízo do paciente e do médico. É preciso desregulamentar o setor, garantindo novos investimentos, inovação e competição.

Por estarem na linha de frente da saúde, os médicos têm sido escolhidos como bode expiatório do sistema, como se fossem os culpados por todas as mazelas da saúde pública. Há uma grande esperança de que este quadro mude e que o médico brasileiro volte a ser valorizado e respeitado. O loteamento político e as preferências ideológicas não podem mais influenciar a condução do Ministério da Saúde e das agências reguladoras.

Sabemos que reorganizar e reconstruir o que foi sucateado pelos governos anteriores não serão tarefas fáceis. Mas, tenha certeza de que poderá contar com os médicos brasileiros para isso. Conte com a Associação Médica Brasileira (AMB), com as 27 Federadas da AMB e com as 54 Sociedades de Especialidade que compõem o nosso sistema.

Foi confiada à Vossa Excelência a condução de nosso País a um novo patamar. Como cidadãos e como médicos, faremos a nossa parte para ajudar nesse sentido. Desejamos muita saúde e sucesso nesta caminhada. Boa sorte. Bom governo. O Brasil precisa disso.

Diretoria da Associação Medica Brasileira

NOVA FRENTE PARLAMENTAR DA MEDICINA

O deputado Hiran Gonçalves tem tido grande e importante atuação em prol da medicina e da saúde brasileira.

Temos grandes desafios a partir de janeiro e precisamos do apoio de senadores e deputados comprometidos com as causas da medicina e da saúde. Esperamos poder contar com a liderança dele nesta nova legislatura, principalmente na reformulação da Frente Parlamentar da Medicina.

AMB e AMC APOIAM A PEDIATRA MAYRA PINHEIRO

 

A Associação Médica Brasileira (AMB) e a Associação Médica Cearense (AMC) ficaram surpresas com a notícia da demissão da médica Mayra Pinheiro nesta quinta-feira (25/10) do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), onde prestou serviços como pediatra por mais de 15 anos.  A médica foi comunicada pela Cooperativa de Pediatras, contratada pelo Governo do Estado do Ceará, anunciando sua saída imediata.

A AMB e a AMC repudiam a demissão  motivada por questões políticas, além de representar tentativa de intimidação. “Peço aos colegas médicos, às entidades da saúde e aos cidadãos comprometidos com a necessária luta pela garantia de respeito e dignidade à saúde pública no Ceará e no Brasil, que compartilhem essa tentativa de tentar me calar”, declarou Mayra.

Mayra Pinheiro é ex-presidente do Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará (SIMEC) e foi candidata ao Senado Federal pelo PSDB nesta eleição. A pediatra avalia que a demissão está relacionada às imagens e denúncias de superlotação em hospitais durante a corrida eleitoral, enfatizando que era preciso mudar este contexto. Mayra Pinheiro havia voltado a trabalhar logo após o final da campanha do primeiro turno das eleições.

A AMB e a AMC vão apoiar a médica, assim como a apoiaram quando candidata ao Senado Federal pelo Ceará, onde conquistou 882 mil votos. Mayra Pinheiro foi uma das candidatas que se comprometeu com a Pauta Legislativa da AMB.

 

LINCOLN LOPES FERREIRA

Presidente da AMB

 

CARMELO SILVEIRA CARNEIRO LEÃO FILHO  

Presidente da AMC                                                                   

CÂMARA DE SANTOS FAZ HOMENAGEM A VALTER MAKOTO NO DIA DOS MÉDICOS

 

O membro do Conselho Científico da AMB e atual Secretário Municipal de Saúde Adjunto de Santos, Valter Makoto Nakagawa, foi homenageado pela Câmara de Santos, por ocasião do Dia dos Médicos, comemorado no dia 18 de outubro. A proposta foi feita pelo vereador e líder do Governo, Ademir Pestana (que também preside a Sociedade Portuguesa de Beneficência).

A Sessão Solene, que aconteceu na última sexta-feira (19/10), homenageou ao todo 13 médicos da Cidade e foi conduzida pelo presidente da Casa, Adilson Santos Junior. O evento contou com a presença do Secretário Municipal de Saúde de Santos, Fábio Ferraz e demais autoridades municipais.

Valter Makoto entre o presidente da Câmara, Adilson Santos Junior e o Secretário Municipal de Saúde de Santos, Fábio Ferraz.

Valter Makoto Nakagawa tem 38 anos de exercício na medicina e já foi secretário de saúde de São Vicente e também secretário de saúde adjunto da Praia Grande. É especialista em Nutrologia e Clínica Médica, sendo Vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e Presidente da Regional Estado de SP da ABRAN, Membro do American College of Nutrition, Membro Titular da Academia Latino Americana de Nutrologia.

“ Para mim foi uma honra de ter sido homenageado na Câmara Municipal de Santos, após 38 anos de exercício na medicina. É claro que na medicina a gente tenta fazer sempre o melhor possível, tanto para acolher o paciente, como levar palavras boas para os acompanhantes, e nos momentos mais difíceis você acolher a família com a perda de um ente querido, seja por uma situação natural ou seja por uma situação de acidente. E se você souber acolher, você alivia muito. Eu testemunhei isso durante todo esse tempo que trabalhei em hospital e pronto socorro. Essa homenagem foi muito emocionante para mim e principalmente para a minha família pelo exemplo que você pode deixar na profissão que você agarrou e que decidiu a sua vida profissional ao longo desse tempo. Foi um momento de reconhecimento da minha classe profissional pelos nobres edis da Câmara Municipal e por outros representantes importantes da sociedade santista.  Eu só tenho a agradecer pelo que ocorreu nesse Dia dos Médicos de 2018”, agradeceu emocionado Valter Makoto.

No último dia 18/10, Valter Makoto recebeu o presidente da AMB, Lincoln Ferreira, em Santos para uma homenagem na Beneficência Portuguesa, junto com o presidente da Entidade, Ademir Pestana, e Mario Cardoso Filho, ex-presidente da AMB.

 

Legenda da Foto

MÉDICOS SÃO HOMENAGEADOS POR SUAS SOCIEDADES EM ALAGOAS

A federada de Alagoas, Sociedade de Medicina de Alagoas, indicou Lincoln Ferreira, presidente da AMB, por decisão unânime da Diretoria e com a anuência de expressivo grupo de colegas da região. O evento para entrega dos símbolos da homenagem (placa e diploma) aconteceu no auditório do Cremal, no dia 20/10, dentre as atividades da Semana do Dia do Médico.

Os agraciados foram escolhidos pelas sociedades da região, cada uma indicando três personagens : Conselho Regional de Medicina de Alagoas – Cremal, o Sindicato dos Médicos de Alagoas – SINMED/AL, a Sociedade de Medicina de Alagoas – SMA, a Sociedade Brasileira de Médicos Escritores – Sobrames e a Academia Alagoana de Medicina – AAM.

Para Fernando Antonio Gomes de Andrade, presidente da SMA a homenagem a Lincoln tem um significado especial “Homenagear Lincoln é homenagear a AMB e assim a homenagem se estende a todos os médicos”.

PRESIDENTE DA AMB FALA DE SE CONSTRUIR UM BRASIL MAIS ÉTICO E DECENTE NA POSSE DOS CONSELHEIROS DO CREMESP

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira, prestigiou nesta quinta-feira (18/10) a solenidade de posse dos 42 conselheiros do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) da gestão 2018-2023. O evento aconteceu na sede do Conselho e reuniu as principais lideranças das entidades médicas. A solenidade foi conduzida pelo novo presidente do Cremesp, Mario Jorge Tsuchiya, que tomou posse em 01/10 para gestão 2018-2019.

Em seu discurso, o presidente Lincoln Ferreira falou do momento atual de renovação porque passa o Brasil e propôs que a AMB e a nova gestão do Cremesp trabalhem juntas na construção de um País melhor.

“A medicina brasileira passou por um período turbulento, apontada como sendo a responsável por todas as mazelas, de um sistema de saúde subfinanciado, institucional e mal planejado, cheio de programas caros e bastante bem engendrados e mal sucedidos do governo. Chega! De nada serve falar de ética sem possui-la, falar de virtude sem praticá-la, é esse discurso vazio que mais do que nunca está condenado ao fracasso. E essas eleições mostraram exatamente isso, de uma forma muito clara. Nos também iniciamos um processo de renovação na Associação Médica Brasileira. Atuamos em sintonia com o novo momento, sempre em função dos interesses de nossa classe. Não nos guiamos por interesses outros que não sejam dos nossos colegas médicos e dos nossos pacientes. Portanto é nesse sentido que eu parabenizo a todos e coloco a Associação Médica Brasileira em absoluta sintonia com este mandato (do Cremesp) para que atuemos juntos na construção de um País melhor, um país ético e decente, não de discurso, mas de prática e de realidade. Parabéns a todos!

VICE PRESIDENTE DA AMB DESTACA A FORMAÇÃO MÉDICA EM ENTREVISTA

Em entrevista ao Metro Jornal, Diogo Leite Sampaio, vice-presidente da AMB, fala sobre as diretrizes de atuação da entidade para a racionalização das escolas de medicina, para que só funcionem aquelas que reúnam as condições para formar médicos de maneira adequada.

Leia a notícia na íntegra: https://www.metrojornal.com.br/foco/2018/10/18/dia-medico-brasil-tera-mais-de-500-mil-doutores-em-2020.html

EM DEFESA DA BOA FORMAÇÃO MÉDICA

#FormacaoMedica

Em entrevista à TV Globo de Santos, Lincoln Ferreira, presidente da AMB, destacou a importância da formação médica adequada.

O assunto está dentro de um conjunto de ações da AMB – critérios mais rigorosos para a abertura de novas escolas médicas; avaliação das atuais escolas, para que só funcionem escolas com capacidade de formação; Exame Nacional de Proficiência em Medicina.

Na entrevista Lincoln salienta que formar médicos custa caro, médicos mal formados custam muito mais caro para a sociedade: com diagnósticos inadequados, sofrimento inadequado, mortes evitáveis, processos éticos e criminais.

Íntegra da entrevista: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/jornal-tribuna-1edicao/videos/t/edicoes/v/dia-do-medico-destaca-importancia-na-formacao-de-novos-medicos/7097604/