Tag Archives: EPI

EPIs EM DEBATE EM LIVE DA AMES

Associação Médica do Espírito Santo (AMES), realiza live sobre Situação dos Equipamentos de Proteção Individual no Brasil.

Leonardo Lessa Arantes, presidente da Associação Médica do Espírito Santo receberá Diogo Leite Sampaio, vice-presidente da AMB, que fará uma palestra sobre o assunto, que já gerou mais de 3.300 denúncias no site www.amb.org.br/epi.

A live acontece no Youtube da AMES, amanhã 03/05/2020, às 17h.

FALTA DE EPIs COLOCA EM RISCO PROFISSIONAIS DA SAÚDE

“A falta de EPIs não só ocasiona a doença nos profissionais de saúde, como também pode gerar um colapso do sistema”, declarou o vice-presidente da AMB, Diogo Sampaio durante a reunião da Comissão de Ações Preventivas do Coronavírus no Brasil, realizada nesta quarta-feira (29), na Câmara dos Deputados. A participação da AMB na reunião foi destaque em matéria do jornal O Globo, que abordou os debates realizados nesta quarta, em Brasília, sobre a falta de equipamentos de proteção para os profissionais da saúde que estão atuando no combate ao vírus.

Mais de 6 mil profissionais da área já foram contaminados no Brasil por causa da falta e proteção adequada. Na reunião, Diogo Sampaio pontuou o quanto é preocupante o número de afastamento pela COVID-19 entre esses trabalhadores. Em São Paulo, pelo menos 3200 profissionais já foram afastados. No Amazonas, estado que está com o sistema praticamente em colapso, 400 pessoas já foram afastadas de suas funções por infecção pela doença.

Confira matéria no link https://oglobo.globo.com/sociedade/em-reuniao-com-ministro-secretarios-de-saude-cobram-equipamentos-associacao-aponta-6-mil-profissionais-infectados-24401277.

FALTA E REAPROVEITAMENTO DE EPIs AMEAÇAM PROFISSIONAIS DA SAÚDE

 

Reportagem da Record, no programa Domingo Espetacular, apresenta reportagem sobre a ameaça que vivem médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e demais profissionais de saúde, com a falta de EPIs e reaproveitamento dos materiais. A falta de proteção adequada tem levado profissionais a serem afastados por suspeita do vírus, muitos confirmados e alguns chegando a óbito. Não só os profissionais ficam expostos, mas também são expostos os pacientes com os quais têm contato, que são dezenas por dia.

A AMB recebeu em um mês mais de 3.000 denúncias. Dentre as ações da AMB está a apresentação dessas denúncias ao Ministério da Saúde, às Secretarias Estaduais da Saúde e ao Ministério Público do Trabalho nas diversas Regiões, que tem retornado à AMB com informação sobre autuações e investigações a respeito e solicitações de informações adicionais, quando necessário.

Assista  a matéria da Record em: https://player.r7.com/video/i/5e9ce697ca9084731e000210?layout=full&autoPlay=true#

Faça denúncias sobre a falta de EPIs em: https://amb.org.br/epi/

 

#AMB #Saúde #Medicina #Coronavírus #Covid19 #Covid-19 #EPI #FaltaEPIs

 

 

JORNAL MINEIRO DESTACA A FALTA DE EPIs NO ESTADO

O jornal Estado de Minas abordou as denúncias de falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) enviadas à AMB por profissionais da saúde mineiros. A plataforma de denúncias da entidade recebeu 262 relatos do estado. Na entrevista ao jornal, o presidente da AMB reforçou que “não dá para você enfrentar uma doença contagiosa sem proteger adequadamente o profissional, por dois motivos: o profissional se infecta, põe a sua saúde em risco e sai da linha de frente para constituir em mais um doente afetado.!”

Confira aqui matéria na íntegra no link

A plataforma da AMB continua recebendo denúncias sobre a falta de EPIs. Acesse amb.org.br/epi.

GLOBONEWS DESTACA PESQUISA DA AMB SOBRE FALTA DE EPIs

Na manhã desta quarta-feira (1º), a GloboNews repercutiu a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para médicos e demais profissionais da área da saúde que atuam no combate ao novo coronavírus. Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB, falou sobre a importância desses equipamentos para conter a disseminação do vírus e evitar que estes profissionais se afastem do trabalho por estarem infectados.

O estado de São Paulo é onde há a maior concentração de denúncias, são 900, em 109 municípios. Em todo o Brasil a entidade recebeu 2.622 queixas.

Veja notícia completa aqui.

DENÚNCIAS CAPTURADAS PELA PLATAFORMA DA AMB SÃO DESTAQUE NA MÍDIA

Nesta segunda-feira (30), as milhares de denúncias recebidas pela AMB sobre a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais da saúde que estão em combate ao coronavírus foram destaque na mídia. O jornal Estadão, rádio Bandeirantes, Programa 90 Minutos apresentado por José Luiz Datena, Agência Brasil, Isto é, entre outros veículos destacaram que além da segurança para médicos, enfermeiros e técnicos, os equipamentos são essenciais para garantir a segurança dos pacientes, evitando a disseminação da COVID-19.

Até as 23h do último domingo (29), a AMB recebeu 2.513 denúncias. O álcool em gel é reclamação de mais de um terço das denúncias (35%) e máscaras em quase 90% delas. Na plataforma de pesquisa https://amb.org.br/epi/ é possível acessar as informações denunciadas e fazer novas denúncias.

Confira aqui entrevista do presidente da AMB, Lincoln Ferreira, que foi ao ar no Jornal Nacional desta segunda (30).

FALTA DE EPIs É TEMA EM REPORTAGEM DO FANTÁSTICO

Neste domingo (29), o Fantástico vai exibir reportagem sobre o levantamento feito pela AMB que denuncia a falta de Equipamentos de Proteção Individual para médicos que estão no combate ao coronavírus.

Os dados são resultado de pesquisa disponibilizada pela AMB para receber as denúncias.

A entidade está notificando, para que a situação seja corrigida o mais rapidamente possível, os estabelecimentos denunciados, o Ministério da Saúde, os Conselhos Regionais de Medicina (CRM) e as secretarias de Saúde Municipal e Estadual, assim como Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Ministério Público do Trabalho.

DENUNCIE VOCÊ TAMBÉM – Os EPIs são importantes não só para proteção dos médicos de demais profissionais da área da saúde. Os equipamentos garantem a segurança de outros pacientes, evitando a disseminação do vírus – uma vez que médicos, enfermeiros e técnicos atendem dezenas de pessoas por dia e podem carregar a doença de forma assintomática.

Vale lembrar que a aplicação de vacinas também deve ser por profissionais utilizando os EPIs.

Ajude a mapear a situação da falta de EPI em estabelecimentos de saúde de todo o país: https://amb.org.br/epi/

#AMB #Saúde #Medicina #EPI #Coronavírus #Covid-19 #Covid19

 

FALTA DE EPI PREOCUPA OMS

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada e alerta em relação a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais de saúde que estão na linha de frente em combate ao coronavírus. Além de proteger as equipes, os EPIs também asseguram a saúde do paciente, evitando que um médico contaminado e assintomático os contagie.

A AMB também vem alertando sobre os riscos da não utilizar os EPIs para quem lida com pacientes suspeitos ou diagnosticados com COVID-19. “Felizmente a OMS se manifestou de maneira assertiva, em público, sobre a importância dos equipamentos de proteção. Precisamos ter segurança para estes profissionais que são fundamentais para salvarmos a vida dos pacientes”, alerta Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB.

DENUNCIE A FALTA DE EPI

Uma força-tarefa foi iniciada pela AMB para mapear os estabelecimentos de saúde que não estão oferecendo os EPIs para os médicos que estão atuando no combate ao coronavírus. A entidade disponibilizou um canal para que médicos e a comunidade denunciem os locais que não estejam suprindo as equipes de trabalho com estes equipamentos. No site da AMB, clicando no link , está disponível formulário que para formalização detalhamento da denúncia. Vale lembrar que o denunciante será mantido em anonimato durante todo o processo.

“A participação de todos é muito importante. Em menos de 24 horas recebemos centenas de e-mails com denúncias sobre a falta de segurança de alguns profissionais no combate ao COVID-9”, destaca Diogo Sampaio.

Os equipamentos básicos de proteção individual são: máscara tipo N95 ou PFF2; óculos ou Face Shield; luvas; gorro; capote impermeável e álcool Gel 70%.

FOTO: Tedros Adhanom Ghebreyesus – AFP/Arquivos