Tag Archives: Covid-19

EM AUDIÊNCIA COM MINISTROS DA SAÚDE E DIREITOS HUMANOS, LIDERANÇAS MÉDICAS FAZEM BALANÇO DO ENFRENTAMENTO DA COVID-19

 “Qual a melhor forma de nos comunicarmos com os médicos que estão na linha frente no combate ao novo coronavírus?”. A desafiadora pergunta foi lançada pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, durante teleconferência realizada nesta quarta-feira (29) com as principais lideranças médicas. Durante o encontro, que também contou com a participação da ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Associação Médica Brasileira (AMB) e dos 27 Conselhos Regionais de Medicina discutiram estratégias de enfrentamento à COVID-19 e apresentaram aos gestores as principais ações e preocupações da categoria.

Ao apresentarem sugestões sobre como alcançar e orientar os médicos brasileiros com as informações mais recentes e relevantes sobre o combate à COVID-19, as lideranças destacaram a importância do uso das redes sociais oficiais para disseminar conteúdo de qualidade aos profissionais. Além de se colocarem à disposição para colaborar com as ações do Governo brasileiro, os representantes do CFM, CRMs e AMB ressaltaram ainda a participação dos Conselhos Nacionais de Secretários de Saúde (Conass) e Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) nessa estratégia.

“Esse encontro foi fundamental para aproximar as duas principais entidades médicas do País – CFM e AMB – com o Ministério da Saúde. Com muita paciência e objetividade, o ministro Pazuello ouviu as contribuições e reivindicações de todos os participantes. Estou certo de que, juntos, sairemos vitoriosos dessa batalha contra essa doença tão perversa”, declarou Mauro Ribeiro, presidente do CFM.

Por sua vez, o presidente da AMB, Lincoln Ferreira, ressaltou que “a qualificação, preparo e dedicação dos médicos brasileiros já são reconhecidas mundialmente. E que neste momento de crise demonstram sua capacidade e lealdade com seu juramento. Obrigado doutores, que fortalecem a relação médico-paciente e que mesmo em locais sem todas as condições atuam de forma exemplar para conseguirem minimizar o sofrimento e curar os infectados.”

Gabinete de Crise – Durante a conferência, o ministro Eduardo Pazuello também detalhou o trabalho realizado pela Pasta no enfrentamento da pandemia e se mostrou aberto ao diálogo com as entidades médicas para fortalecer o cerco contra o novo coronavírus. Na ocasião, ele abriu a possibilidade para se reunir com os representantes dos médicos com maior regularidade e adiantou ser oportuna a participação do CFM e da AMB no Gabinete de Crise para enfrentamento da COVID-19 no Sistema Único de Saúde (SUS).

Criado em maio, o grupo reúne membros do Ministério da Saúde, Conass, Conasems e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil. O Gabinete de Crise é o fórum de discussões estratégicas para alinhar e decidir ações de monitoramento e mitigação da pandemia no SUS. As reuniões acontecem na sede do Ministério semanalmente para responder às demandas da pandemia, de forma célere e integrada.

Pontos de pauta – Também participou do encontro Raphael Câmara, conselheiro federal de medicina que recentemente assumiu o cargo de secretário Nacional de Atenção Básica, um dos mais importantes dentro da estrutura do Ministério, responsável pela coordenação de atividades de promoção, prevenção e cuidados em saúde em níveis de menor complexidade na assistência.

Na oportunidade, os líderes da classe também fizeram um balanço das ações empreendidas no enfrentamento da pandemia no Estados e levaram aos gestores a preocupação dos médicos com temas como a oferta de equipamentos de proteção individual (EPIs), a contratação de médicos com diplomas não revalidados, a implantação da carreira de estado, além da aplicação de protocolos e diretrizes de tratamento dos pacientes.

Sobre a possibilidade de tratamento farmacológico da COVID-19, o presidente do CFM reiterou o entendimento expresso no Parecer nº 04/2020, referente ao tratamento dos pacientes com diagnóstico confirmado. “Não existem, até o momento, evidências robustas de alta qualidade que possibilitem a indicação de uma terapia farmacológica específica para essa doença. Por isso, em todas as situações deve prevalecer a autonomia do médico e do paciente”, enfatizou.

LINHA DE CRÉDITO PARA PMEs

A Caixa anunciou nesta terça-feira (16) como irá operacionalizar de linha de crédito do Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). A linha tem uma carência de 8 meses, com taxa de juros Selic + 1,25 ao ano e financiamento em 28 parcelas. “A modalidade pode beneficiar milhares de pequenas clínicas e estabelecimentos de saúde que estão passando por crise financeira causada pela pandemia de Covid-19″, destaca Lincoln Ferreira, presidente da AMB.

O valor do empréstimo por CNPJ será de até 30% da receita bruta anual considerando a base no exercício de 2019. Pela regra do programa, 80% dos recursos serão destinados a empresas com faturamento anual de até 360 mil reais, e 20% para empresas com faturamento anual entre 360 mil reais e 4,8 milhões de reais. O processo de contratação será pela página www.caixa.gov.br/pronampe.

CRÉDITO ESPECIAL PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE

A Câmara dos Deputados pode votar nos próximos dias o projeto de lei (PL) 2.424/2020 que concede linha de crédito especial para profissionais liberais. O texto destina, a princípio, R$ 5 bilhões para serem disponibilizados em condições facilitadas para profissionais que trabalham como pessoa física, especialmente na área de saúde. Cada beneficiário poderá obter até R$ 100 mil, com juros de 2,5% ao ano e período de carência de 24 meses.

“A iniciativa atende a uma demanda da AMB. A entidade segue acompanhando os debates para garantir que o projeto seja aprovado e sancionado com agilidade”, pontua Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB. ⠀

 

CONSELHO CIENTÍFICO DA AMB SE REÚNE PARA DISCUTIR FORMAÇÃO MÉDICA

Amanhã (12), às 11h, acontecerá a reunião extraordinária do Conselho Científico da AMB para tratar sobre a atuação da entidade junto à Comissão Nacional de Residência Médica, formação de especialistas durante a pandemia COVID-19 e -minuta de Nota Técnica. O encontro terá a participação de Lincoln Lopes Ferreira, presidente da AMB, Antonio Jorge Salomão, secretário-geral da Associação, e Antonio Carlos Palandri Chagas, diretor científico da AMB.

Entre os palestrantes estão o presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes, Euler Nicolau Sauaia Filho, e a conselheira secretária-executiva da Comissão Nacional de Residência Médica, Viviane Cristina Uliana Peterle. A reunião é online.

 

É HOJE A LIVE DA AMPE SOBRE A SITUAÇÃO DOS EPIs NO BRASIL


Live da Associação Médica de Pernambuco (AMPE) sobre a situação dos Equipamentos de Proteção Individual no País acontece hoje (7), às 17h, com a presença do vice-presidente da Associação Médica Brasileira e com apresentação da presidente da AMPE, Dra. Helena Carneiro Leão.

Acompanhe e veja o real panorama dos médicos e demais profissionais de saúde em relação aos EPIs e a atuação da AMB. A transmissão será feita ao vivo pelo canal da AMPE no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCT7D0S5xnAmMaoi-k9FIe4A.

 

COVID-19 E A ESPECIALIDADE VASCULAR

E o mundo virou de cabeça para baixo. De repente os nossos pacientes crônicos que fazem controle regular de suas patologias vasculares, com medo da epidemia, sumiram dos nossos consultórios, ambulatórios e do nosso monitoramento. O momento é de angústia e incerteza. Porém, temos que colocar na balança os riscos e benefícios e entender que, às vezes, o que sentimos ou apresentamos podem ser pior que a Covid-19. Sabemos como é difícil a decisão de buscar auxílio médico ou ficar em casa em isolamento social. Na especialidade vascular lidamos com doenças degenerativas que, mesmo bem cuidadas, progridem lentamente. Nossos pacientes, ou uma boa parte, são do grupo de risco para a Covid-19, e são exatamente esses que também têm risco de ficarem sem a nossa atenção.

 

Tenho conversado com diversos colegas do Brasil inteiro, que relatam que os casos de feridas infectadas, principalmente nos diabéticos, têm chegado aos hospitais em estado avançado de comprometimento e, assim sendo, evoluindo mal e com isso aumentando o número de amputações e até mortes que poderiam ser prevenidas se o atendimento fosse feito precocemente. Também temos pacientes com doença arterial periférica controlada, que podem se agravar com um quadro de trombose arterial com risco de perda de membro se não houver intervenção imediata. Temos tido relatos de casos de pacientes que chegam aos hospitais já com necrose de dedos e dor intensa. Pacientes portadores de aneurisma que fazem acompanhamento regular, devem manter esse controle. Pacientes que têm um edema súbito de perna, com endurecimento da musculatura da panturrilha e, às vezes por medo, tendem a diminuir a importância do sintoma e falar que é uma distensão ou que pisou errado,  podem estar diante de uma trombose venosa profunda aguda, que pode levar a problemas sérios se não reconhecida e tratada. Temos também pacientes que fazem uso de medicação anticoagulante com controle periódico e que precisam desse controle, pois correm o risco de uma hemorragia.

 

Além dos pacientes crônicos, que podem ter seus problemas agudizados, temos uma interface nova com a epidemia de Covid-19, que são sintomas de microtromboses de pequenos vasos de extremidade ou cutâneas que podem aparecer ainda no começo da infecção e que ajudam a corroborar no diagnóstico da doença. Também temos colaborado com nossos colegas intensivistas e clínicos na avaliação dos casos de tromboses em pacientes de Covid-19, e seu tratamento, que tem particularidades que ainda estamos estudando e aprendendo. Enfim, estamos atentos aos novos estudos científicos que têm surgido sobre o tema, mas queremos também zelar pelos nossos pacientes antigos, outrora bem controlados e que podem nesse momento, por um medo excessivo, deixar passar o período mais adequado de serem bem cuidados e submetidos a uma intervenção precoce antes do agravamento do quadro.  Qualquer sintoma novo que possa aparecer, como dor forte, edema, mudança de coloração ou temperatura de uma extremidade; se for portador de ferida crônica, mudança no aspecto, cheiro, ou tamanho da lesão devem ser motivos de um contato com seu médico. A forma como vai acontecer esse atendimento deverá ser combinada entre o médico e o paciente, mas o importante é não menosprezar os sinais que o nosso corpo usa para se comunicar conosco e dizer que algo não anda bem.

 

Enfim, cuidar-se bem nesse momento inusitado exige bom senso, tranquilidade, escutar seu corpo e gerir prioridades com sabedoria.

 

Dr. Bruno de Lima Naves

Presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)

INCA REALIZA CURSO SOBRE HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS

Nesta terça-feira (05/05) é comemorado o Dia Mundial da Higienização das Mãos. A data foi criada bem antes do surgimento do novo coronavírus, em 2009, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo é reforçar a importância de lavar as mãos, principalmente como medida de prevenção às infecções – entre profissionais de saúde e pacientes.

Nesse período de crise provocada pela pandemia de COVID-19, o Instituto Nacional de Câncer (INCA), aproveitou a data para lançar um curso on-line de Higienização das Mãos. As aulas serão destinadas a profissionais e estudantes da área da saúde. As inscrições podem ser realizadas até o dia 22 de maio de 2020.

Acesse o site https://www.inca.gov.br/cursos/higienizacao-das-maos e se inscreva.

 

INICIATIVA CONSERTA RESPIRADORES DE HOSPITAIS PÚBLICOS

Um grupo formado por estudantes de universidades públicas brasileiras e profissionais da área da saúde e tecnologia se juntaram para lançar uma iniciativa que pode salvar vidas no combate ao coronavírus. Por meio do RESPIRA SOLUÇÕES os integrantes do projeto buscaram alternativas para o conserto e a manutenção de respiradores hospitalares de unidades de saúde públicas.

“Nos sensibilizamos com os problemas que estão sendo enfrentados em UTIs de hospitais. O projeto nasceu para que cada um, com sua expertise, contribua da sua forma na manutenção e aumento da infraestrutura vital para o enfrentamento da COVID19 no Brasil”, explica o cardiologista Bruno Pereira Valdigem, um dos idealizadores do projeto.

O projeto conecta quem precisa de respiradores hospitalares com aqueles que possuem equipamentos ou peças sucateadas para doar. Os aparelhos são restaurados em pontos de assistência coordenados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Os defeitos apresentados são variados, como necessidade de limpeza, calibração, verificação de peças plásticas ressecadas, mangueiras, conexões e até mesmo a falta de bateria.

“No site há um espaço para atender quem possui um estoque de equipamentos subutilizados, quem queira prestar manutenção gratuita, ou até mesmo oferecer um serviço de fabricação de peças 3D para equipamentos médicos”, explica Bruno. Os centros de saúde que tiverem equipamentos precisando de manutenção também podem fazer a solicitação pelo site.

O vice-presidente da AMB, Diogo Sampaio, avalia que “iniciativas como esta, contribuem para que se supere estes momentos difíceis da pandemia. Parabéns pela solução apresentada pelo colega Bruno e todos que fazer parte do projeto”, avalia o vice-presidente da AMB, Diogo Sampaio.

Acesse http://respirasolucoes.com.br/  e conheça mais sobre a iniciativa.

PROFISSIONAIS DA SAÚDE SÃO HOMENAGEADOS EM VOO

No dia 03 de maio, médicos e profissionais da saúde que se inscreveram para fazer parte do projeto “O Brasil Conta Comigo” no Amazonas embarcaram para contribuir na missão de combate ao coronavírus naquele estado. Eles foram surpreendidos com uma homenagem especial no voo, tendo seus nomes citados pelo comandante da aeronave, foram aplaudidos pela tripulação e passageiros do voo.

“A AMB segue vigilante quanto a entrega das condições de trabalho para os médicos que aderiram ao programa, bem como as daqueles que já estão no enfrentamento à COVID-19, conforme compromisso do Ministério da Saúde”, pontua Diogo Sampaio, vice-presidente da AMB.

Os médicos que quiserem fazer parte do programa “O Brasil Conta Comigo” podem se inscrever pelo site https://registrarh-saude.dataprev.gov.br/cadastro.

“Importante a ida de colegas médicos e demais profissionais para o combate à Covid-19 no estado que mais necessita de ajuda neste momento. Acompanharemos a situação e as condições oferecidas para sua atuação”, enfatiza o presidente da AMB, Lincoln Ferreira.

COVID-19: CARDIOLOGISTAS APRESENTAM ESTUDO E ALERTAM SOBRE ATEROTROMBOSE E INFECÇÕES VIRAIS

Pesquisadores do Departamento de Aterosclerose do Instituto do Coração (InCor), em São Paulo, trazem um novo estudo sobre relação da Covid-19 com infecções virais e aterotrombose. O artigo faz parte da 6ª edição do Boletim RAMB COVID-19 e foi conduzido por Marcel de Paula Pereira, Eduardo Gomes Lima e Carlos Vicente Serrano Junior, filiados ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP).

A publicação é uma ação da AMB e tem como finalidade adiantar materiais científicos sobre o coronavírus que estarão presentes na Revista da Associação Médica Brasileira (Ramb). Acesse: https://ramb.amb.org.br/boletim-ramb-covid-19/

 

EPIs EM DEBATE EM LIVE DA AMES

Associação Médica do Espírito Santo (AMES), realiza live sobre Situação dos Equipamentos de Proteção Individual no Brasil.

Leonardo Lessa Arantes, presidente da Associação Médica do Espírito Santo receberá Diogo Leite Sampaio, vice-presidente da AMB, que fará uma palestra sobre o assunto, que já gerou mais de 3.300 denúncias no site www.amb.org.br/epi.

A live acontece no Youtube da AMES, amanhã 03/05/2020, às 17h.